activa

s

Perfil

Blogs

Lillian Barros: a nutricionista que usa o blog para nos inspirar a comer melhor

Partilhar receitas e dicas de alimentação e de nutrição - este foi o objectivo que esteve na origem do blog da nutricionista Lillian Barros, curiosamente batizado de Santa Melancia. Nós estivemos à conversa com Lillian e, entre outras coisas, conseguimos saber o porquê de tão original nome!

Activa.pt

1. Como surgiu a ideia de criar o blog Santa Melancia?

O blog surgiu da necessidade de estar mais próxima dos pacientes que acompanho em consulta presencial e também através da plataforma de consultas online que desenvolvi com a minha sócia e colega de profissão: Nutricionistas Online (www.nutricionistas-online.com)

De alguma forma, esta foi a minha maneira de partilhar receitas, inspirações saudáveis e dicas de alimentação e nutrição. A minha forma de ter a certeza que todos os que me procuram se sentem acompanhados mesmo entre consultas, sem por isso sentirem a necessidade de irem todas as semanas ao consultório.

A minha visão do blog era muito prática e aliás uma ferramenta de trabalho. Parece que foi bem aceite e que esta necessidade de beber informação nutricional credível não era apenas dos meus pacientes e a minha Santa Melancia tomou uma proporção muito maior do que aquela que eu tinha imaginado. O que me deixou verdadeiramente muito feliz!

2. Porque é que o baptizou com este (original) nome?

Queria um nome que ficasse no ouvido... um trocadinho relacionado com a alimentação mas que fosse engraçado e leve... não queria nada de muito pesado, técnico ou cinzento... passaram-se vários nomes pela mente como a “minha nossa cenoura” ou o “santo grão” ... mas santa melancia encheu-me as medidas e não estou arrependida.

Uma das primeiras publicações do blog foi exatamente a explicar como surgiu a ideia do nome Santa Melancia... A verdade é que surgiu da minha relação com a Nutri Ventures, uma série de animação infantil portuguesa em que os heróis são crianças e tentam salvar os 7 reinos da nutrição. Desde 2012 que acompanho o projeto e entre muitas outras funções cabe-me a mim rever guiões, episódios, a certificar os conteúdos da série televisiva e material complementar.

Claro que para além de conhecer os diálogos de cor e salteado, de vibrar com as aventuras, desenvolvi um carinho especial pelas personagens e em especial pela Mestre Laranja, a guardiã do reino da fruta. Foi nos seus diálogos que me inspirei e nas suas hilariantes interjeições... entre Nossa Senhora das Amoras e Santa Ameixa das Alturas, Santa Melancia pareceu-me o titulo perfeito...

Para além do mais adoro melancia... tem pouquíssimas calorias, é hidratante e sabe-me a férias verão...

3. Há mais homens ou mulheres a visitar o blog e a deixar questões?

Há mais mulheres a interagirem nas minhas redes sociais e no blog do que homens, com dúvidas, sugestões e partilhas... noto contudo que o número de homens a participarem e a deixarem questões tem vindo a aumentar nos últimos tempos...

O interesse para com a alimentação saudável já não é um assunto direcionado apenas ao sexo feminino e ultrapassa em muito a questão da silhueta “perfeita” ou da “operação bikini” pré-verão. Todos nos alimentamos desde que nascemos... devemos aprender a fazê-lo da melhor forma. Ao longo da nossa vida consumimos toneladas de alimentos e estes interferem com o nosso estado de saúde e na forma como nos sentimos. É por este motivo importante escolhermos os melhores ingredientes, apostarmos na melhor qualidade nutricional e na saúde que nos leva o nosso prato.

4. Quais acha que são as preocupações principais dos portugueses quando se fala de nutrição?

A procura do peso adequado e o combate ao excesso de deposição de gordura corporal continuam a ser as principais preocupações dos portugueses.

Apesar de tudo começo a ter muitas pessoas a virem a consulta menos preocupadas com o valor na balança e mais dedicadas na procura de uma alimentação mais inteligente, mais funcional e adequada às necessidades. Deixa-me feliz saber que comer de uma forma saudável ultrapassou finalmente a questão numérica e que as pessoas já aprenderam a valorizar muito mais a qualidade do que a quantidade. Há anos que falamos em contar nutrientes e não calorias. A dizer que o emagrecimento não é apenas um numero de balança... há muito mais envolvido! Ser saudável não é deixar de comer... é comer bem! E nota-se que finalmente as mentalidades começam a mudar! Fico contente de acompanhar esta mudança em directo!

5. Podemos dizer que o tema do ‘detox’ é a sua paixão?

Na verdade a “nutrição” é a minha grande paixão! Sempre foi desde pequena! A descoberta das funcionalidades de cada alimento... do que pode fazer por nós pelo nosso bem estar e pela nossa saúde fascinou-me desde muito cedo! Foi por isso fácil escolher o curso ideal para mim!

Esta proximidade com o tema do detox vem da minha experiência pessoal e profissional, em que utilizo com alguma frequência esta técnica da nutrição funcional, que nos permite ajudar o organismo a funcionar de forma mais eficiente e sem sobrecargas. O detox permite compensar e evitar algumas consequências dos excessos do dia a dia, o que nos ajuda a viver de forma mais livre e com menos peso na consciência e na balança.

Quando fui diagnosticada com uma doença autoimune rara e tive de iniciar terapêutica com cortisona percebi que o detox podia ser o meu aliado no combate aos efeitos secundários desta medicação.

Na altura ainda pouco falado em Portugal, mas já badalado lá fora, comecei a preparar sumos verdes, misturar frutas com vegetais crus e a preparar as minhas próprias receitas funcionais. Foi com elas que evitei o aumento de peso e consegui manter-me activa, com o mesmo ritmo de trabalho sem ter de parar!

Mais tarde surgiu o convite para escrever um livro sobre o tema (sumos e águas detox) onde compilei mais de 100 receitas e onde desmistificava o que era realmente isto do detox. O livro foi um sucesso de vendas e o ano passado lancei o meu segundo livro, que vem completar o a abordagem detox com as Sopas, Saladas e Chás Detox.

É normal que me associem ao tema, pelo qual nutro efetivamente um grande carinho, mas esta é apenas uma das abordagens tida em consulta de nutrição clinica em que cada plano é personalizado e adequado a cada pessoa, mediante a condição física, objectivos e historial clinico.

6. Quais as três palavras que definem uma boa alimentação?

Bom senso, variedade e equilíbrio...

7. Qual o caminho mais rápido para começar a mudar os maus hábitos?

Na minha opinião o caminho mais rápido é procurar ajuda profissional. A motivação, o compromisso e a confiança de que se segue pelo caminho certo evita perder tempo em dietas irrealistas sem resultados duradouros ou que possam por em risco a nossa saúde. Costumo dizer que a pergunta certa para conhecer o sucesso de uma dieta não é “quanto tempo se demorou a perder 10kg” mas sim ”quanto tempo se mantiveram os 10kg perdidos”.

Por isso se o objectivo é mudar hábitos o melhor é começar por estabelecer uma lista de compras inteligente com alimentos saudáveis, o menos processado possível e ter em casa alimentos de boa qualidade nutricional! Produtos frescos, cereais integrais, boas gorduras e claro procurar uma fonte de orientação e uma inspiração credível.

8. Como imagina o seu blog daqui a 10 anos?

Hummmm... nunca pensei sobre o assunto... mas imagino-o... fiel a si próprio, servindo de inspiração saudável para todos os que o seguem! Daqui a 10 anos talvez um pouco mais Hi-Tech... com vídeos, tutoriais e newsletter digitais interativas! Não sei o que a evolução tecnológica me vai permitir aprender uma vez que sou eu que giro e atualizo toda a informação do blog.

Na boa das verdades o que gostaria é que continuasse a ser uma base credível para quem procura informação sobre alimentação saudável, mas que fosse simultaneamente ligeira, de fácil leitura, simples de entender e despretensiosa.

Conheça aqui o Santa Melancia

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!