activa

Perfil

Celebridades

Daft Punk: há sangue português na dupla musical

Foram os grandes vencedores da edição deste ano dos Grammys e 'Get Lucky' foi uma das músicas que mais ouvimos em 2013. Mas talvez não saiba que um dos elementos desta dupla criativa tem ascendência portuguesa.

Activa.pt

Os Daft Punk são Guy-Manuel de Homem-Christo e Thomas Bangalter. O primeiro tem um bisavô português célebre.

Os Daft Punk são Guy-Manuel de Homem-Christo e Thomas Bangalter. O primeiro tem um bisavô português célebre.

REUTERS

Até gostaríamos de dizer que, ontem, durante a entrega dos prémios de música Grammy, a dupla francesa de música eletrónica mais quente do momento era o espelho da felicidade, com os seus quatro prémios arrecadados, entre os quais o de melhor álbum do ano, para 'Random Access Memories'.

Mas por estes dias, os elementos dos Daft Punk não gostam de mostrar o rosto e aparecem sempre em eventos como este silenciosos e bem escudados atrás dos seus capacetes e fatos. Se davam concertos de cara destapada, no início de carreira, à medida que foram ficando mais conhecidos, optaram pelo anonimato e hoje são uma das formações musicais mais misteriosas da pop. 

Os Daft Punk, que em 15 anos gravaram apenas quatro álbuns de originais, são Thomas Bangalter e Guy-Manuel de Homem-Christo - ou antes Guillaume Emmanuel de Homem-Christo.

Se o sobrenome lhe soa vagamente familiar e lusitano... é porque é verdade. Guy é bisneto do escritor e intelectual português Francisco Manuel Homem Cristo – conhecido como Homem Cristo Filho, por ter o mesmo nome do pai –, defensor do nacionalismo e, segundo a revista Rolling Stone, "descrito por historiadores como o primeiro autêntico e indisputável fascista português". Consta que foi mesmo amigo pessoal de Benito Mussolini. "Só o conheci por fotografia, claro", esclarece Guy-Man, como é conhecido. Homem Cristo Filho morreu em Roma, num acidente de viação, em 1928, com apenas 36 anos.

Francisco Manuel Homem Cristo, o pai, foi uma figura notável da sociedade portuguesa, que se distinguiu como militar, republicano, jornalista e deputado. Defendia a instrução popular, num tempo em que grande parte da população não ía à escola. Em Aveiro, cidade da qual era natural, há uma Escola Secundária Homem Cristo e uma Rua Homem Cristo Filho, em homenagem a ambos.

Já os pais de Guy-Manuel geriam uma agência de publicidade. Guy frequentou uma das melhores escolas secundárias de Paris, o Lycée Carnot, onde, no oitavo ano, conheceu Thomas Bangalter. Começam a fazer música num velhor órgão Casio, depois de uma inspiradora visita de estudo a Pompeia.

A Rolling Stone revela, no seu artigo, que Guy é o mais baixo da dupla, é moreno e que tem filhos pequenos. Faz 40 anos no próximo dia 8 de fevereiro. Os parabéns e celebrações começaram cedo, este ano. 

 

 

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!