activa

Perfil

Celebridades

Sharon Stone acusada de ter atitude de diva

O realizador italiano Pupi Avati acusa Sharon Stone de fazer exigências embaraçosas durante a sua participação no filme 'Un ragazzo d'oro'. 

Vittorio Zunino Celotto

Sharon Stone é mais uma vez o centro das atenções, desta feita por causa dos seus alegados excêntricos pedidos. Quem a acusa é Pupi Avati, o realizador italiano que a dirigiu no filme 'Un ragazzo d'oro' (que estreia já esta quinta-feira em Itália) e que agora fala do lado 'diva' de Stone.

O filme de baixo orçamento conta a história de Davide, o filho de um argumentista de filmes série B que morre num acidente de automóvel. Davide abandona, então, a sua cidade, o emprego e a namorada e vai viver para Roma, onde conhece Ludovica, uma ex-atriz que se tornou editora numa companhia livreira, e que o incentiva a publicar biografia do pai. Pupi escreveu o papel de Ludovica para Sharon Stone. 

De acordo com a entrevista dada pelo realizador italiano ao The Hollywood Report, este confessa ter-se sentido emocionado por Sharon Stone ter aceite o convite para participar no seu filme mas afirma que as exigências da atriz tornaram difícil o seu relacionamento com a equipa de filmagens. "Foi uma negociação cansativa e ridícula, concentrada em detalhes embaraçosos, como se Itália fosse um país do terceiro mundo". E acrescenta, satirizando: "A propósito, nós temos eletricidade em Itália". 

Avati afirma que, durante as filmagens, quando Sharon Stone viu uma equipa televisiva e fotógrafos a captarem imagens de uma cena, saiu do estúdio sem aviso. "Procurámos por ela por todo o lado e nada! Depois, o meu irmão Antonio recebeu uma chamada de Los Angeles, do agente dela, dizendo que a Sharon não voltaria enquanto os fotógrafos e, especialmente, os câmaras da equipa de televisão não desaparecessem dali. Claro que o fizemos e ela filmou a cena como se nada tivesse acontecido. O que considerei mais absurdo foi o facto de ela ter ligado imediatamente para os Estados Unidos e ter-se fechado num carro, em vez de vir falar connosco diretamente."

Uma das atrizes de 'Un ragazzo d'oro', Cristiana Capotondi, contou na conferência de imprensa: "Testemunhar o contraste entre este divismo de Hollywood o engenho dos irmãos Avati foi uma experiência inolvidável. Um dos episódios mais divertidos aconteceu quando ela foi fazer compras para a sua personagem com o cartão de crédito da produção. À distância, seguia um estafeta que ia dizendo ao Antonio, por telefone, quais as lojas em que ela entrava. Quando lhe ligou a dizer que a Sharon Stone tinha entrado na Bulgari, o Antonio quase desmaiou."

No entanto, apesar de Sharon Stone, através do seu representante, já ter negado todas as acusações, alegando ser uma profissional reconhecida, já não é a primeira vez que vêm a público acusações desta índole. Em 2010, o editor do site Deadline, Nikki Finke alegava que o mau comportamento de Stone lhe prejudicou a carreira. 

 

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!