activa

Perfil

Celebridades

Os 'azares' na gravidez de Kim Kardashian continuam

Continuam as complicações durante a segunda gestação da socialite

Cláudia Turpin

Frazer Harrison

Kim Kardashian tem sido bastante aberta em relação aos desconfortos da gravidez. No passado dia 30 de novembro, recorreu às redes sociais para partilhar com os seguidores que, a poucas semanas de dar à luz o segundo filho, está com sinusite e gripe. Na imagem, a socialite parece estar num consultório médico.

"37 semanas x sinusite x gripe", escreveu na descrição.

Lembre-se que a estrela não tem tido gestações fáceis, com complicações que ultrapassam os inchaços e aumento de peso. Na primeira gravidez, de North West, agora com dois anos, desenvolveu pré-eclâmpsia, um transtorno caracterizado pelo aumento da pressão arterial, inchaço das mãos e do rosto. Em 2013, o parto - de alto risco - aconteceu cinco semanas mais cedo que o previsto porque a pressão arterial de Kim disparou.

Além disso, também sofreu de placenta acreta, uma complicação obstétrica grave na qual os vasos sanguíneos da placenta e outras estruturas que a anexam à parede uterina crescem de uma forma demasiado profunda. A condição pode causar uma hemorragia fatal. Os médicos temem que possa ocorrer novamente e estão a postos para fazer uma histerectomia.

Agora grávida de um rapaz, Kim quer ter um parto natural, mas revelou recentemente que há a possibilidade de passar por uma cesariana porque o bebé "está na posição errada". A socialite descreveu os passos que está a seguir para evitar a cirurgia.

“Deito-me praticamente de cabeça para baixo três vezes por dia, durante 15 minutos. Toco música na posição correta e ponho gelo em determinados lugares da minha barriga para ele se contorcer", revelou. "Até comecei a fazer acupuntura (...) e tentei hipnose!", concluiu.

Prevê-se que o filho de Kim Kardashian, de 35 anos, e Kanye West, 38, nasça no dia de Natal.

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!