activa

Perfil

Celebridades

Kendall Jenner testemunha contra fã obcecado: "Não me sinto segura na minha própria casa"

O indivíduo invadiu a casa de Jenner no passado mês de agosto.

Cláudia Turpin

Reprodução/Instagram

Numa altura em que a segurança é a principal preocupação da família Kardashian, Kendall Jenner tem menos um motivo para se preocupar.

A jovem de 20 anos testemunhou em tribunal contra o seu alegado perseguidor, Shavaughn McKenzie, e, de acordo com o TMZ conseguiu uma grande vitória: o juiz colocou uma barreira de cerca de 90 metros entre os dois durante os próximos cinco anos.

Recorde-se que McKenzie não só fez uma 'espera' a à estrela na sua propriedade, como seguiu o carro da modelo para lá do portão. Ao dar conta da situação, Jenner ligou para o 112 e permaneceu na viatura até a polícia aparecer. Um episódio aterrador que recapitulou durante o seu testemunho.

"Eu estava a chorar, a gritar e apavorada. Não sabia quais eram as intenções dele", disse. "Não saí do meu carro. Estava aterrorizada. Fiquei mesmo traumatizada", continuou. "Comecei a olhar para ele e só quis certificar-me de que via para onde ele ia. Ele saiu pelo portão e eu conduzi pela colina abaixo".

Mona Edwards/TMZ

Mona Edwards/TMZ

Na noite do incidente, Kendall acabou por dormir na casa do empresário de entretenimento e vizinho Irving Azoff porque tinha medo de ficar sozinha em casa.

"Não é assim que quero viver", declarou a estrela, que mandou instalar câmaras de vigilância na propriedade. "Não me sinto nada segura na minha própria casa".