activa

Perfil

Celebridades

A separação de Mariah Carey e James Packer não foi (mesmo nada) amigável

Os ex-noivos trocam acusações de instabilidade mental.

Cláudia Turpin

Jonathan Leibson

O fim do noivado entre Mariah Carey e James Packer está rapidamente a transformar-se numa batalha do 'diz que disse'.

Um representante da cantora disse ao 'Entertainment Tonight' que a relação azedou durante umas férias a dois na Grécia, e uma fonte próxima da cantora revelou à 'People' que Packer falhou em estar "presente para a Mariah e a família dela".

"O James não tem estado num lugar mentalmente saudável. O comportamento dele não era uma situação desejável para a Mariah, portanto, infelizmente, ela teve que deixá-lo", disse a fonte.

No entanto, não é assim que se vê a situação do lado de Packer. Um porta-voz disse à 'People' que as alegações sobre a saúde mental do empresário australiano "simplesmente não são verdade".

"É típico da Mariah distorcer as coisas quando não lhe soam bem. Eles acabaram porque ela tem problemas. O James é definitivamente excêntrico, mas é um tipo brilhante e impecável. Pôr os problemas dela no James é ridículo".

A contenda parece não ter solução à vista e se antes a porta da reconciliação parecia estar entreaberta, agora suspeita-se que se tenha fechado de vez.

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!