activa

Perfil

Celebridades

Sofia Vergara processada pelos próprios embriões (sim, isso mesmo)

A história é tão complicada quanto parece.

Cláudia Turpin

ROBYN BECK

Jason Merritt

Sofia Vergara está envolvida numa batalha legal delicada com o ex-noivo, Nick Loeb, cujos contornos parecem saídos do guião de um filme.

No centro da discórdia estão dois embriões que o ex-casal criopreservou antes de pôr um ponto final no noivado em 2014. Na altura ambos assinaram um documento que proíbe a utilização dos mesmos sem o consentimento do outro.

Agora, a imprensa internacional avança que foi interposta uma ação legal contra Vergara em nome dos óvulos fertilizados, referidos nos documentos como "Isabella" e "Emma", que a acusam de as privar ao direito à vida. O alegado processo pede que a guarda dos óvulos seja dada a Loeb, para que o empresário possa prosseguir com o seu plano de ser pai solteiro através de uma barriga de aluguer.

A queixa é válida, visto que foi feita no estado norte-americano do Louisiana, considerado pró-vida. Quer isto dizer que, aos olhos da lei, os óvulos fertilizados são 'cidadãos' com personalidade jurídica, mesmo antes de serem implantados no útero.

A estrela de 'Uma Família Muito Moderna', que entretanto seguiu em frente e trocou alianças com Joe Manganiello, já se pronunciou através dos seus advogados e põe em causa as intenções do ex.

"Se as notícias são verdadeiras, a última manobra não passa de mais uma tentativa por parte de Loeb de se manter na ribalta ao estar ligado à Senhora Vergara".

Dimitrios Kambouris

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!