activa

s

Perfil

Celebridades

Camila Cabello sentia-se "sexualizada" nas Fifth Harmony

"Tive que bater o pé".

Cláudia Turpin

Reprodução/Instagram

A saída repentina de Camila Cabello das Fifth Harmony em janeiro chocou os fãs e muito se especulou sobre o assunto. Agora, a cantora está a dizer a sua verdade.

Em entrevista para a newsletter online feminista Lenny, de Lena Dunham, Cabello revelou que se sentia "inapropriadamente sexualizada" desde que se juntou ao grupo com apenas 15 anos.

"Especialmente como membro de um grupo feminino, houve muitas vezes em que as pessoas tentaram sexualizar-nos só para conseguirem mais atenção", afirmou. "Infelizmente, o sexo vende", continuou. "Houve definitivamente ocasiões em que aconteceram coisas com as quais não estava confortável e tive que bater o pé".

A jovem acrescentou que não há nada de errado em ser sexy, mas sentiu dificuldade em encarnar o papel sob o olhar público durante a adolescência, quando ainda estava a tentar descobrir-se enquanto pessoa.

"Acho que quando se é uma jovem mulher, há uma altura - como quando estamos no ciclo ou quando começamos a gostar de rapazes - em que não nos sentimos confortáveis", explicou. "Sinto que tem sido complicado porque tivemos que crescer à frente do mundo enquanto criávamos canções que tinham muitas insinuações sexuais".

A primeira performance oficial das Fifth Harmony como quarteto está agendada para 18 de janeiro, noite dos People's Choice Awards.

Vídeo relacionado: Cantora das Fifth Harmony apanhada com marijuana no aeroporto

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!