activa

Perfil

Celebridades

Sim ou não? Quem veste Melania Trump?

No mundo da moda, muitos foram os que disseram que não a vestir a primeira-dama norte-americana. Por um lado, o "não" de Tom Ford e Marc Jacobs. Por outro, o "sim" de Dolce & Gabbana, Carolina Herrera, Tommy Hilfiger, Ralph Lauren e Diane von Furstenberg.

Andrea Sofia Azevedo

Alex Wong

Chip Somodevilla

DON EMMERT

Não foi só no mundo da música que houve divergências na tomada de posse de Donald Trump. Também para Melania Trump não foi fácil arranjar quem, no mundo da moda, a quissesse vestir, a partir do próximo dia 20 de janeiro.

Democratas declarados, após apoiarem a campanha de Hillary Clinton, Tom Ford e Marc Jacobs negam vestir a futura primeira-dama.

"Não tenho qualquer interesse em vestir Melania Trump. Prefiro usar a minha energia para ajudar aqueles que serão lesados por Donald Trump e pelos seus apoiantes", assume Jacobs.

Tom Ford, numa entrevista ao programa de televisão norte-americano The View, diz já ter-se recusado a vesti-la durante anos e garante que Melania Trump não é a sua imagem. O designer aponta ainda o facto de as suas peças serem "demasiado caras" para uma primeira-dama que "deve ser representativa do público geral" defende.

Aos dois artistas juntou-se ainda Sophie Theallet, a estilista francesa que durante os últimos oito anos cuidou do visual de Michelle Obama e que se nega agora a vestir a sua sucessora. A designer baseia a sua decisão num conflito ideológico, ao considerar que os seus ideais de "diversidade, liberdade individual e respeito por todos os modos de vida" não correspondem aos defendidos pelo futuro presidente, como fez saber-se em carta aberta.

Mas a onda de "nãos" foi interrompida por Dolce & Gabbana, Carolina Herrera e Ralph Lauren, entre outras marcas que assumem não ter qualquer problema em vestir a nova primeira-dama. Como tal, Melania Trump já apareceu vestida com algumas destas marcas, como na passagem de ano, onde usou um vestido negro que Stefano Gabbana fez questão de agradecer na sua página de instagram.

Instagram

Diane von Furstenberg, Rag&Bone e Thom Browne também estão disponíveis para cuidar do visual da nova primeira-dama. Por sua vez, Tommy Hilfiger saiu em defesa de Melania em declarações ao site Women's Wear Daily (WWD).

"Qualquer designer deveria sentir-se orgulhoso por vestir Melania Trump. É uma mulher muito bonita e não acho que devemos posicionar-nos politicamente sobre isto. Da mesma forma que todos estavam muito felizes por vestir Michelle Obama".

Também Vera Wang está interessada em ver Melania Trump usar as suas propostas.

"Acho que a Melania é uma mulher muito bonita e acho que qualquer designer deveria sentir-se orgulhoso em vesti-la", assume.

E há quem até tenha uma posição mais positiva quanto ao futuro, como Carolina Herrera que acredita que "em dois ou três meses os designers vão ultrapassar isto, porque se trata de moda" - e afirma o seu sim.

Para já, vai ter mesmo que se esperar até 20 de janeiro e ficar a conhecer a aposta de visual de Melania Trump na cerimónia de tomada de posse.

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!