activa

s

Perfil

Celebridades

Kanye West não vai atuar na tomada de posse do "amigo" Donald Trump porque o evento é "tradicionalmente americano"

Ouch.

Cláudia Turpin

Drew Angerer

Será que no meio disto tudo, quem tinha razão era John Legend?

Apesar das palavras positivas de Kanye West em relação a Donald Trump e de o rapper ter feito questão de se reunir com o empresário mal teve alta do hospital, ao que parece, nem sequer foi considerado para atuar na tomada de posse do 45º Presidente dos Estados Unidos.

"Ele tem sido fantástico. Ele considera-se um amigo do Presidente eleito, mas não é o local certo", disse Tom Barrack, Presidente do Comité do evento, em entrevista ao canal CNN. "O espaço que temos para o entretenimento está lotado, está perfeito. Vai ser um evento típico e tradicionalmente americano", continuou. "O Kanye é um tipo fantástico mas não o convidámos para atuar. Seguimos com o nosso plano".

Recorde-se que West surpreendeu tudo e todos ao protagonizar um encontro inesperado com Trump em Nova Iorque. Os "amigos há muito tempo", que na reunião discutiram "questões multiculturais", deram assim azo a rumores de que o artista iria participar de alguma forma na cerimónia. Por sua vez, John Legend não pareceu muito convencido de que a amizade fosse genuína - pelo menos da parte de Donald Trump - e fê-lo saber durante uma entrevista: "Acho que o Kanye foi um golpe publicitário".

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!