activa

Perfil

Celebridades

Pamela Anderson quer criar uma campanha para apoiar homens acusados de violação - inspirada por Julian Assange

A ex-atriz de 'Marés Vivas', que está ligada a ações de defesa dos direitos das mulheres e defesa dos animais, tem agora uma nova luta.

Activa.pt

Matt Winkelmeyer

Pamela Anderson já foi vitíma de abusos sexuais, mas acredita que também é importante apoiar homens que são acusados injustamente de violação.

Em causa está a situação de um amigo da ex-estrela de 'Marés Vivas' - que foi acusado de violação na Suécia. Como forma de apoiar Julian Assange, fundador do WikiLeaks, a atriz de 49 anos, criou uma campanha que tem como objectivo defender homens que são acusados injustamente de crimes sexuais.

Numa entrevista a um canal de televisão da Rússia, Pamela disse que as leis da Suécia são quase "paralisantes".

“Vou começar uma campanha para homens que foram alvo de acusações de violação quando na verdade não fizeram nada”, acrescentou a atriz.

“Todos nós, naturalmente, posicionamos-nos ao lado das mulheres e crianças em primeiro lugar, o que é importante. Mas também há muitos homens que estão numa situação vulnerável.”

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!