activa

s

Perfil

Celebridades

Ariana Grande rejeita rótulo de diva: "as mulheres são rotuladas por usarem as suas vozes"

A cantora falou sobre feminismo e a vida amorosa numa nova entrevista.

Cláudia Turpin

Reprodução/Instagram

Lembra-se quando Ariana Grande declarou que "é o ser humano de 23 anos mais trabalhador na Terra"?

Este foi o episódio mais recente numa longa lista de comportamentos que podem ser considerados narcisistas e arrogantes. Contudo, a jovem recusa ser associada a conotações negativas devido a traços da sua personalidade.

"Muitas vezes, as mulheres são rotuladas como cabras ou divas por terem uma visão, serem fortes e usarem as suas vozes", explicou na história de capa da 'Cosmopolitan'. "Podemos ser fortes e amigáveis. Não temos que ser só uma das coisas".

Instagram

A jovem revelou ainda que encontra inspiração noutra feminista fervorosa bem conhecida: nem mais nem menos que Madonna.

"Tenho o máximo respeito por aquela mulher", disse. "Adoro-a com cada fibra do meu ser, e não é só por ser obcecada por toda a discografia dela. Sinto-me inspirada pela sua bravura e força. Consigo olhar para ela e não sentir medo de ser forte".

Reprodução/Instagram

Ariana abriu ainda o coração sobre o namoro com Mac Miller, com quem já colaborou em duas ocasiões, em 2013 e em 2016, nos singles 'The Way' e 'My Favorite Part', respetivamente.

"Conheci-o quando eu tinha 10 anos. Amamo-nos e respeitamo-nos desde o início, desde que nos conhecemos, simplesmente porque éramos fãs do talento um do outro", disse sobre o artista com quem assumiu o romance em agosto de 2016. "Contudo, ainda não estávamos prontos de todo para estarmos juntos. É uma questão de timing. Ambos precisávamos de viver algumas coisas, mas o amor sempre esteve lá o tempo todo".

Reprodução

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!