activa

s

Perfil

Celebridades

Emma Watson criticada por posar em topless

A atriz recebeu comentários negativos por ter participado numa produção fotográfica ousada para a revista 'Vanity Fair'.

Rubina Mendes

VALERIE MACON

Emma Watson, que normalmente não se envolve em polémicas, recebeu muitas críticas devido a uma produção fotográfica recente.

A atriz de 26 anos é capa da edição de março da 'Vanity Fair', para a qual posou em topless. A publicação descreve as imagens como uma "metamorfose de estrela infantil para protagonista", mas a verdade é que uma boa parte do público não gostou do resultado final.

Watson está associada à luta pela igualdade de género e a causas feministas que, a ver de muitos, não condizem com as imagens ousadas e não demorou para que o descontentamento com as fotografias se fizesse sentir nas redes sociais.

"Ela não tem necessidade de começar a tirar a roupa para chamar a atenção. É uma boa atriz. Uma pena", escreveu uma utilizadora do Twitter.

"Feminista: Topless? Emma Watson em topless? Corajosa e impressionante. #hipocrisia", rematou outra.

"Feminismo, feminismo… diferença salarial entre homens e mulheres... por que não me levam a sério... feminismo... ah, e estão aqui os meus peitos", ironizou uma colunista do 'Daily Mail'.

Instagram

Por outro lado, houve quem saísse em defesa de Emma.

"Feminismo é sobre dar às mulheres liberdade de escolha”, escreveu uma seguidora.

“Ser sensual não dispersa do incrível trabalho que Emma faz”, completou outra fã da atriz.

"É possível ser feminista e ter orgulho no próprio corpo. O facto de a Emma Watson ter participado numa produção reveladora não cancela o seu ativismo enquanto feminista", explicou uma utilizadora do Twitter.

A capa da 'Vanity Fair' com Emma Watson chega nas vésperas da estreia de 'A Bela e o Monstro', filme no qual a atriz tem o papel de protagonista e que, segundo ela, representa o seu rito de transição para a idade adulta.

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!