activa

Perfil

Celebridades

Mulher de John Legend fala do que sofreu com a depressão pós parto

Chrissy Teigen: "sinto-me egoísta, quando digo que estava a lutar"

Vanessa Santos

A mulher de John Legend teve sua primeira filha, Luna, em abril do ano passado, depois de um caminho difícil - foi sujeita a tratamentos para engravidar durante vários anos. Num ensaio para a revista Glamour, Chrissy Teigen admitiu que, após o parto, lutou contra uma depressão, necessitando de ajuda de antidepressivos e de sessões de terapia.

Chrissy Teigen, de 31 anos, confessou que se sentia "egoísta" muitas vezes quando dizia "que estava a lutar." Apavorada com a situação, a mulher de John Legend, não percebeu imediatamente do que se tratava. A modelo disse que se sentia cansada, não conseguia dormir, sentia que não podia sair de casa, não podendo desfrutar a vida.

"Nunca pensei que isto pudesse acontecer comigo. Tenho uma vida óptima, e tenho toda a ajuda que poderia ter."

Com quase 11 milhões de seguidores, na rede social Instragram a modelo procurou o seu médico, que a ajudou e medicou.

Atualmente, a modelo fala abertamente sobre o assunto, tentando alertar outras mulheres sobre o problema.

"Estou a falar agora, porque quero que as pessoas saibam que isto pode acontecer com qualquer pessoa, e não desejo que as pessoas se sintam evergonhadas, constrangidas ou sozinhas", disse a mãe da pequena Luna.

Depois de dar à luz, Chrissy, confessou que viu o seu corpo mudar totalmente, mas que lidou bem com o assunto, porque a sua preocupação "é ser boa mãe."

"Eu sei que o meu corpo não vai voltar a ser o mesmo, mas sinto-me confortável com ele. O que quer que tenha acontecido, valeu muito a pena."

Vídeo relacionado: Reparou que Chrissy Teigen tinha os dedos verdes nos Grammys?

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!