activa

Perfil

Celebridades

Já é conhecida a causa da morte de George Michael

O cantor britânico morreu no dia de Natal, aos 53 anos.

Cláudia Turpin

Sean Gallup

Passados três meses do desaparecimento de George Michael, os seus familiares e admiradores finalmente obtiveram respostas.

O médico legista revelou que o cantor morreu devido a causas naturais.

"As investigações sobre a morte de George Michael foram concluídas e recebemos o relatório final post mortem final. E há uma causa natural de morte confirmada: cardiomiopatia dilatada, associada a miocardite e fígado gordo", lê-se num comunicado da entidade responsável no condado de Oxfordshire, no sul de Inglaterra.

O documento diz ainda que a investigação foi interrompida e "não há necessidade de um inquérito ou quaisquer outras investigações".

"Não haverá mais atualizações e a família pede aos meios de comunicação e ao público que respeitem sua privacidade".

Recorde-se que o namorado do artista, Fadi Fawaz, encontrou-o inanimado na cama no dia de Natal. Mais tarde chegou a confirmação de que a estrela tinha morrido "pacificamente em casa" por parte do seu porta-voz.

Vídeo relacionado: Adele interrompe tributo a George Michael

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!