activa

Perfil

Celebridades

O divórcio de Mel B vai de mal a pior

O pedido da cantora para recuperar vídeos íntimos que estarão na posse do marido, Stephen Belafonte, foi recusado.

Cláudia Turpin

Frederick M. Brown

A tentativa de Melanie 'Mel B' Brown de reaver alegadas sex tapes que estarão em posse do marido, Stephen Belafonte, foi negada em tribunal.

A ex-Spice Girl procurava obter uma ordem judicial que obrigasse o produtor cinematográfico de 41 anos a entregar "quaisquer media em sua posse" que retratem Brown "em situações sexuais e/ou comprometedoras".

O juiz negou o pedido de Mel B, mas a ordem de restrição temporária que conseguiu recentemente contra Belafonte impede-o de divulgar os vídeos de qualquer forma.

A cantora de 41 anos alega que o marido tem os vídeos, tal como outros bens pessoais seus, incluindo memorabilia das Spice Girls e fotografias do seu falecido pai, num serviço de armazenamento que estará no nome de Lorraine Gilles, a ex-ama das filhas do casal.

Não é a primeira vez que Gilles aparece envolvida neste processo de divórcio complicado. Na sua lista de acusações chocantes ao companheiro, a eterna 'Scary Spice' diz que este engravidou a então funcionária e mais tarde exigiu que fizesse um aborto.

Os esforços de Melanie para ter acesso ao alegado espaço de armazenamento, onde estarão os pertences, também foi negado.

No próximo dia 24 de abril haverá uma nova audiência sobre a ordem de restrição em vigor. Belafonte foi ordenado pelas autoridades a sair da casa da família em Los Angeles e a ficar longe de Brown e das suas três filhas: Phoenix, 18, Angel, 10, e Madison, 5 - esta última é a única em comum com Stephen.