activa

Perfil

Celebridades

Janet Jackson acusada de dar o 'golpe do baú'

Um amigo da cantora saiu em sua defesa nas redes sociais.

Cláudia Turpin

Andreas Rentz

Há uma nova teoria sobre o divórcio de Janet Jackson e Wissam Al Mana que em nada favorece a cantora.

Segundo o TMZ, da forma como os acordos pré-nupciais dos famosos estão estruturados, quanto mais longa for a união, mais avultado é o montante do acordo entre as duas partes. Normalmente, os documentos estipulam períodos de cinco e 10 anos.

O site de entretenimento especula que o anúncio do fim da relação apenas três meses após o nascimento do filho do casal (e do marco dos cinco anos de casamento) pode beneficiar Jackson - e de que maneira. É que ambos são ricos, mas Al Mana é muito mais, tendo uma fortuna estimada de mil milhões de dólares.

Perante as dúvidas no ar, Gil Duldulao, amigo de longa data e diretor criativo da estrela, saiu em sua defesa no Instagram.

"Mesmo que houvesse a possibilidade de a minha amiga fazer 500 milhões por ter tido um filho, não é do caráter dela querer ou aceitar esse dinheiro", escreveu. "Ela nunca aceitaria ou quereria um pagamento. Esse é o ser humano que conheço. E verifiquem os vossos factos. Ela está casada há quatro anos e não cinco e alguns meses para reclamar 500 milhões".

Instagram

Janet Jackson e o Wissam Al Mana trocaram alianças em 2012. Em abril de 2017, a 'PEOPLE' confirmou que se separaram pouco depois do nascimento do pequeno Eissa em janeiro.

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!