activa

s

Perfil

Celebridades

Um pesadelo real prestes a sair à rua

'A Rainha Impaciente', uma biografia não autorizada de Letizia Ortiz, chega ao mercado ainda este ano.

Catarina Palma

Carlos Alvarez

Para desgosto da Família Real Espanhola, parece que o lançamento do livro 'A Rainha Impaciente' é uma realidade bastante próxima.

A biografia não autorizada de Letizia Ortiz, da autoria do jornalista argentino Leonardo Faccio, ainda não está à venda mas os excertos que já vieram a público estão a causar algum incómodo na casa real. É que a obra foca-se nos tempos em que Ortiz era uma jovem jornalista estagiária no jornal mexicano 'Siglo XXI'.

Jorge Zepeda, antigo diretor da publicação, recorda 'Leti' como uma jovem "muito empenhada e uma trabalhadora incansável".

"Adorava o idioma mexicano, a tequila, os mariachis, os restaurantes populares e os homens mexicanos", confessou a Faccio. "Ela apaixonou-se por um colega. Estavam ambos muito apaixonados. Lembro-me que todas as sextas-feiras chegavam à redação de mochila às costas porque passavam os fins de semana a viajar pelo país", relatou.

Na mesma altura, a ex-jornalista tornou-se amiga da banda musical Maná, que em 1997 usou uma imagem seminua da agora rainha de Espanha na capa do disco 'Sueños Liquidos'. O retrato a óleo é da autoria de pintor cubano Waldo Saavedra, que após anos de dúvidas garante que a amiga não posou sem roupa.

"São uma recriação de Leti que eu fiz a partir de fotografias que lhe tirei quando vivia em Guadalajara. Em nenhum momento ela posou nua para mim", explicou.

'A Rainha Impaciente' tem lançamento previsto para maio.

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!