activa

Perfil

Celebridades

História de Katie Piper pode chegar brevemente ao grande ecrã

A apresentadora e modelo teve o rosto desfigurado após um ataque do ex-namorado em 2008. ex-namorado atacá-la com ácido em 2008.

Activa.pt

Tim P. Whitby

A vida de Katie Piper, que mais parece o enredo de um filme, pode chegar brevemente ao grande ecrã.

A apresentadora britânica, que em 2008 teve o rosto desfigurado na sequência de um ataque com ácido, revelou que existe essa possibilidade.

"Um produtor comprou os direitos para o filme. Mas é algo estranho porque não é o mesmo do que ter um filme fixe e excitante, é um pouco sombrio. Terei que pensar no assunto", revelou no talk show 'Lorraine'.

Piper, modelo e apresentadora de programas online, teve o rosto desfigurado após o seu ex-namorado, Daniel Lynch, a atacar com ácido sulfúrico. Dois dias antes, Lynch sequestrou, apunhalou e violou a estrela.

Após o crime, Piper dedicou a carreira ao ativismo a favor das vítimas de queimaduras e outros ferimentos do género. Também se concentrou no mundo da moda, em busca de uma motivação positiva.

"A moda e a beleza ajudaram-me. Isso tem sido um pequeno alívio, uma forma de reconhecer que ainda existo por baixo de todo o trauma", explicou.

Um dos maiores desafios da modelo é explicar a natureza das suas cicatrizes à filha Belle, de três anos.

"Explico que 'mamã foi queimada'. Às vezes pergunta se dói e digo que costumava doer, mas não mais que isso. Quando vou ao hospital para operar o meu nariz, ela acompanha-me e tem o seu pequeno kit médico", contou ao jornal britânico 'The Sun'.

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!