activa

Perfil

Celebridades

Kerry Washington reflete sobre fim de 'Scandal'

A atriz que dá vida a Olivia Pope no pequeno ecrã acredita que se moldou e evoluiu com a série.

Activa.pt

Bryan Bedder

O drama político 'Scandal', que já se encontra na reta final, moldou a evolução profissional de Kerry Washington. Quem o disse foi a própria numa entrevista recente à 'PEOPLE'.

"Não sou a mesma pessoa que era há cinco ou seis anos - e o mesmo acontece com a Olivia", revelou. "Portanto é divertido continuar a equilibrar a diferença entre quem ela é e quem eu sou".

Na antecipação da sétima e última temporada, a protagonista garante que o poço criativo ainda não secou.

"A televisão pode parecer um pouco restritiva para alguns atores, mas eu tenho sorte porque os argumentistas continuam criativos e a arriscar de forma incrível", continuou. "Posso beneficiar da surpresa constante com a enorme viagem da Olivia e do facto de ela estar realmente a sofrer uma evolução".

A estrela, que tem dois filhos com o jogador de futebol americano Nnamdi Asomugha, atravessou, como tantas outras atrizes, períodos de gravações em que a sua barriga teve de ser escondida com recurso a artifícios criativos. Aliás, na segunda gravidez não pode gravar os 22 episódios da sexta temporada.

Contudo, diz ter a sorte de "trabalhar num ambiente em que as famílias são apoiadas e encorajadas" tanto pelos colegas como pelos fãs.

"Durante a minha primeira gravidez [em 2014] percebi que a devoção dos nossos fãs lhes permitia ignorar casacos e malas cada vez maiores para continuarem empenhados na história. Da segunda vez, estava menos aterrorizada com o facto de esta pessoa com o rosto ligeiramente mais redondo ainda poder ser a Olivia Pope", explicou. "Pude apoiar-me nos argumentistas, realizadores, cinematógrafos e outros membros do elenco. O programa não é sobre mim. É sobre uma família de artistas e artesãos que se juntam, portanto estou grata a todos na nossa família 'Scandal' por fazerem isto funcionar".