activa

Perfil

Celebridades

Ariana Grande suspende o resto da digressão Dangerous Woman

A cantora não vai subir aos palcos, no mínimo, até ao início de junho.

Cláudia Turpin

Reprodução/Instagram

No seguimento do atentado na Arena de Manchester, Ariana Grande decidiu adiar as próximas datas da digressão Dangerous Woman.

"Devido aos acontecimentos trágicos em Manchester, a digressão Dangerous Woman com Ariana Grande foi suspensa até podermos avaliar melhor a situação e prestar respeito às vidas perdidas", disse a agência da artista num comunicado citado pelo E! News. "Os concertos desta semana na Arena O2 em Londres foram cancelados, tal como todos os espetáculos até ao dia 5 de junho na Suíça".

Imediatamente após a performance de Ariana, um homem fez-se explodir à entrada da arena, matando 22 pessoas e deixando outras 59 feridas, algumas em estado crítico. Entretanto, as autoridades locais identificaram o suspeito como Salman Abedi, 22, e o Estado Islâmico reivindicou o ataque.

A cantora já regressou a casa, nos Estados Unidos, onde foi recebida pelo namorado Mac Miller. Nesta fase delicada, tem contado com o apoio daqueles que lhe são mais próximos, como confirma Ryan Seacrest, que teve uma breve conversa com o seu agente.

"É escusado dizer que ela está devastada. Ela está com a família e acho que há muitas questões - e alguma revolta - porque se trata de crianças. Quem vai a estes espetáculos são miúdos ansiosos, que falam sobre o assunto o dia todo na escola, acompanhados dos pais e de amigos".