activa

Perfil

Celebridades

Blac Chyna alega que Rob Kardashian ameaçou suicidar-se em várias ocasiões

"Tenho medo desde homem zangado, volátil e vingativo, que já me atacou fisicamente e tentou humilhar-me de uma forma tão pública".

Cláudia Turpin

Reprodução

Além de alegar que foi esmurrada por Rob Kardashian, Blac Chyna diz que teve de lidar com "múltiplas" ameaças de suicídio por parte do ex-noivo.

Numa declaração escrita entregue juntamente com a solicitação de uma ordem de restrição contra Kardashian, a modelo diz que Rob "ameaçou matar-se através de mensagens de texto em múltiplas ocasiões" desde que se separaram em dezembro de 2016, tentando manipulá-la a responder aos seus acessos de raiva.

"Levo as ameaças a sério porque ele mostrou-me que tem uma arma em casa", escreveu.

A dupla de advogados que representam Chyna, formada por Lisa Bloom e Walter Mosley, entregou ainda alegadas fotos que provam a existência das SMS's enviadas à sua cliente:

"Pelo menos posso morrer com conhecimento".

"É por esta razão que não posso fazer isto e está a dar cabo de mim a ponto de já não ter um propósito".

Lisa Bloom, Blac Chyna e Walter Mosley

Lisa Bloom, Blac Chyna e Walter Mosley

Matt Winkelmeyer

Recorde-se que o ex-casal tem uma filha, Dream, de oito meses. Chyna tem ainda um filho mais velho, King Cairo, de 4 anos com o rapper Tyga, que até há uns meses namorava com Kylie Jenner.

"Querias a Dream para te vingares do pai do King, então podes tê-la. Estou fora da tua vida".

"Confia em mim.. Estou prestes a desaparecer. Não tens que te preocupar com ter notícias minhas novamente. Juro pela vida da Dream".

"Estou literalmente à beira do suicídio e tu nem queres saber. É isso que vai ser necessário?"

A equipa legal da empresária terá entregue ainda uma fotografia que mostra a mão de Kardashian a segurar comprimidos. Blac Chyna diz que sentiu que "ele ia atentar contra a própria vida se não respondesse naquele exato momento".

"Ando a dizer ao Rob para procurar ajuda e frequentar sessões de terapia desde junho de 2016. Tanto quanto sei, o Rob não o fez", disse. "Tenho medo desde homem zangado, volátil e vingativo, que já me atacou fisicamente e tentou humilhar-me de uma forma tão pública. Sinto-me humilhada pelas suas publicações. Peço ordens de restrição para que possa viver a minha vida em paz e livre do medo que sinto dele".

No passado dia 10 de julho, um juiz concedeu uma ordem de restrição temporária a Blac Chyna contra Rob Kardashian.

Vídeo relacionado: Rob Kardashian "arrepende-se" do ataque informático a Blac Chyna

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!