activa

Perfil

Celebridades

Kate Middleton recebe mais de 100 mil euros em caso de invasão de privacidade

Esta foi a compensação que um tribunal francês considerou justa pelo escândalo das fotos em topless, que remonta a 2012.

Cláudia Turpin

Chris Jackson

Aconteceu há cinco anos, mas só agora teve um desfecho. Os indivíduos envolvidos na publicação de fotos de Kate Middleton em topless na revista francesa 'Closer' finalmente enfrentaram as consequências.

O tabloide foi condenado a pagar perto de 100 mil euros em danos e tanto o editor, Laurence Pieau, como o publisher, Ernesto Mauri, receberam a multa máxima permitida por lei: 45 mil euros cada.

No passado mês de maio, durante o julgamento, a representante dos Duques de Cambridge pediu uma compensação superior a um milhão de euros à publicação, que aprovou a capa de setembro de 2012 com a manchete 'Oh Meu Deus!" Depois disso, imagens semelhantes às da 'Closer'' foram divulgadas em várias publicações europeias, causando naturalmente embaraço ao casal, que na altura estava numa visita oficial à Ásia e Pacífico sul.

Em 2012, depois do escândalo, o Palácio de Kensington emitiu um comunicado em que descreveu a invasão de privacidade como "reminiscente dos piores excessos da imprensa e dos paparazzi durante a vida de Diana, Princesa de Gales".

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!