activa

Perfil

Celebridades

Selena Gomez escapou à morte depois do transplante de um rim

A melhor amiga da cantora pop falou sobre as com complicações que surgiram durante o transplante de rim, no verão passado.

Activa.pt

VALERIE MACON

Francia Raisa, melhor amiga e doadora do rim da artista Selena Gomez, deu uma entrevista à revista W Magazine e revelou detalhes sobre o que realmente se passou durante a operação e o quanto Selena sofreu nessa altura. A amiga contou que “Selena poderia ter morrido”.

“A recuperação foi complicada”, afirmou. “Eu não consegui comer nem beber nada. A Selena também teve complicações. Horas depois da nossa cirurgia, acordei e tinha uma mensagem da Selena a dizer “Estou muito assustada”. O meu rim era muito ativo e, quando se virou, rompeu uma artéria. Tiveram de a operar de urgência, recolher uma veia da perna para reconstruir uma nova artéria para manter o meu rim no lugar. Ela podia ter morrido.”

Raisa, de 29 anos, ainda acrescentou: “Não queríamos dizer a ninguém porque a recuperação foi mesmo muito complicada para nós e entrámos numa depressão. Nós só queríamos ser normais e não ter tanta atenção focada em nós.”

Selena Gomez já tinha dado alguns detalhes sobre a cirurgia de 6 horas por que passou.

“Estou muito grata por existirem pessoas que sabem o que fazer nessas situações”, disse Selena Gomez, no programa “Good Morning America”, onde explicou que, por norma, um transplante de rim demora, no máximo, duas horas.

Atualmente, as amigas já estão recuperadas da operação e do susto.

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!