activa

Perfil

Celebridades

Modelo da Victoria's Secret seguia dieta de apenas 800 calorias diárias

Bridget Malcolm recebeu o plano alimentar de um "nutricionista de celebridades".

Cláudia Turpin

D.R.

Bridget Malcom está em paz com o corpo, mas o caminho para chegar a esta fase foi longo e atribulado.

Quando a sua carreira ainda estava em ascensão, a agora modelo da Victoria's Secret pressionada para perder peso de forma contínua e decidiu recorrer aos serviços de um "nutricionista de celebridades" que, por sua vez, a aconselhou a seguir uma dieta de apenas 800 calorias diárias.

A jovem de 26 anos partilhou no seu blogue que foi acompanhada pelo profissional, que não foi identificado, entre 2014 e 2017 porque estava a ter "dificuldades" em manter o seu Índice de Massa Corporal (IMC) na categoria de magreza.

"A pessoa tirou as minhas medidas e disse que eu era uma 'confusão pegada'", revelou. "O IMC indicava que eu estava abaixo do meu peso ideal. Qualquer nutricionista provavelmente recomendaria que eu ganhasse alguns quilos. Mas esta pessoa achou que eu precisava de 'toda a ajuda possível' para perder o 'peso extra' que estava a regular as minhas hormonas e a manter-me saudável".

Malcom explicou que o plano alimentar que lhe foi sugerido consistia em batidos, vegetais cozidos ao vapor e suplementos, que tinha de comprar diretamente ao médico.

"Segui alegremente o plano durante alguns meses, perdi montes de peso, juntamente com o meu período, a minha digestão e praticamente a minha relação", continuou.

Instagram

Sem surpresas, quando a manequim atingiu o peso estipulado e começou a comer mais - três refeições por dia e maioritariamente vegetais, mais ainda assim zero hidratos de carbono - engordou tudo de novo e mais um pouco numa semana, e teve de voltar à dieta.

"Sofria pressão de todos os lados para perder peso, portanto voltei. Desta vez, um pouco mais pesada", disse. "Entrei, a pessoa tirou-me as medidas, olhou-me nos olhos e disse: 'estás gorda'", recapitulou. "Fiquei perplexa! Nunca em todos os meus anos de carreira alguém me tinha que eu era gorda".

A manequim contrariou o seu instinto e seguiu o regime mais duas vezes, tendo batalhado com males como a "letargia, depressão leve e ansiedade", além de ataques de pânico durante meses.

Instagram

Com a ajuda do marido, Bridget eventualmente deixou o programa e desistiu de vez das dietas, apesar de causado danos ao seu sistema digestivo e endócrino.

"Estava completamente perdida em relação ao que comer - não fazia ideia dee quando tinha fome ou sequer daquilo que gostava", confessou. "Mas, lentamente, um passo de cada vez (isso é outra história), dei por mim onde estou hoje".

Agora que está saudável, a modelo quer ajudar a promover a mudança da indústria do entretenimento e da cultura das dietas.

"Quero simplesmente que os nossos corpos deixem de ser instrumentos de controlo", sublinhou. "Quero que exijamos liberdade. Porque vamos chegar lá".

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!