activa

Perfil

Celebridades

Descubra por que motivo Diana se recusava a usar Chanel

Está relacionado com o seu casamento - ou melhor, com o fim dele - com o príncipe Carlos.

Activa.pt

Getty Images

Diana de Gales deslumbrou em várias ocasiões após o divórcio com looks Christian Dior e Versace, mas há uma marca que não usava propositadamente: Chanel.

Depois da separação oficial de Carlos, em agosto de 1996, e de, consequentemente, o príncipe assumir o relacionamento com Camilla Parker Bowles, Lady Di deixou de usar Chanel em público devido ao logotipo da marca - duas letras C interligadas.

"Ela disse 'Não, não posso usar C's interligados; o duplo C'", contou o designer australiano Jayson Brundson à 'Harper’s Bazaar'.

Brundson trabalhou com Diana quando esta visitou um hospital na Austrália, no âmbito de uma ação beneficente, naquela que seria a sua última visita ao país, em 1996. Quando o stylist sugeriu um par de sapatos Chanel para completar o look escolhido, o membro da família real britânica deu um motivo muito específico para recusar a ideia.

"Perguntei porquê, e ela disse 'É Camilla e Carlos'", lembrou. "Foi definitivamente o timing; porque foi após o divórcio. Os C's interligados lembravam-lhe de Carlos e Camilla", contou Brundson.

Esta não foi a primeira vez em que o desafeto da princesa veio a público. Durante o seu casamento com Carlos, Diana notou que o príncipe ia usar botões de punho dourados com C's interligados gravados - o que interpretou como sendo uma referência a Carlos e Camilla. O alegado incidente foi mencionado num excerto do livro 'The Duchess: The Untold Story', de Penny Junor.

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!