activa

Perfil

Celebridades

Agressão a fotógrafo deixa Chris Brown em apuros com a lei

O incidente aconteceu em 2017.

Activa.pt

D.R.

Chris Brown foi detido nesta quinta-feira, 5 de julho, em West Palm Beach, Flórida, depois de dar um concerto no âmbito da digressão Heartbreak on a Full Moon.

De acordo com o E! News, que cita as autoridades locais, a detenção aconteceu devido a um mandado judicial por agressão, emitido noutro condado, Hillsborough, em 2017. A data do documento coincide com um incidente no qual Brown terá agredido um fotógrafo durante numa discoteca localizada na cidade de Tampa. O cantor de 29 anos chegou à esquadra às 23H e foi libertado 52 minutos depois, mediante o pagamento de uma fiança de dois mil dólares (cerca de 1700 euros).

Este é mais um de muitos problemas que o cantor já teve com a Justiça. Brown foi acusado de crime de ameaça e de crime de agressão depois de espancar Rihanna no dia 8 de fevereiro de 2009. Em 2013, o artista e o seu guarda-costas foram acusados de crime de agressão no seguimento de uma "altercação" à porta de um hotel em Washington, D.C. Mais à frente no mesmo ano, deu entrada numa clínica de reabilitação, mas foi expulso depois de destruir um dos vidros do carro da mãe durante uma sessão de terapia familiar. Após violar as políticas de uma outra clínica, foi condenado a 131 dias de cadeia por desrespeitar as condições da liberdade condicional.

Em 2016, Chris foi acusado de agressão com arma letal depois de a modelo Baylee Curran alegar que o cantor a ameaçou com uma arma na mansão deste. No ano seguinte, mais um golpe. Karrueche Tran, atriz com quem Brown namorou durante cerca de três anos, conseguiu uma ordem de restrição contra o ex, alegando que tinha sido vítima de violência doméstica e de ameaças via SMS.

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!