activa

Perfil

Celebridades

Pete Davidson fez piada com o ataque terrorista em Manchester

E Ariana Grande não gostou.

Activa.pt

Reprodução/Instagram

Pete Davidson tem recebido muita atenção negativa da imprensa devido a uma piada de mau gosto. E uma das pessoas que a levou mais a peito foi a sua noiva, Ariana Grande.

No outono de 2017, durante um espetáculo beneficente de stand-up a favor de Porto Rico, na altura devastado pelo furacão Maria, o comediante disse que Grande deve ter percebido a sua notoriedade após o ataque: "A Britney Spears não teve um ataque terrorista no seu concerto", terá dito, de acordo com a 'PEOPLE' e o 'The Mirror'.

Recorde-se que a vida de Ariana Grande mudou para sempre no dia 22 de maio de 2017, data em que foi levado a cabo um ataque terrorista durante o seu concerto em Manchester. O atentado vitimou 22 fãs e deixou centenas de pessoas feridas. Depois do ocorrido, a estrela pop confessou que sofreu de perturbação de stresse pós-traumático e que não consegue esquecer as vítimas. Aliás, comemorou o primeiro aniversário da tragédia ao tatuar uma abelha (o símbolo da cidade inglesa) atrás da orelha.

Instagram

Agora que o comentário insensível veio (novamente) a público, Ariana quebrou o silêncio sobre o assunto, tendo respondido ao comentário de um fã no Twitter.

"Eu respeito a Ariana e quero que ela seja feliz, mas ela ficou devastada depois do ataque em Manchester, portanto não percebo por que é que ela ainda está com o Pete. Sim, ele fez a piada há cerca de um ano, mas não tem piada. Foi simplesmente rude. É a minha opinião", escreveu um jovem chamado Oscar.

A artista, por sua vez, concordou com algumas das palavras do internauta e mostrou-se dividida.

"Isto tem sido muito difícil e conflituoso para o meu coração. Ele [Pete] usa a comédia para ajudar as pessoas a sentirem-se melhor sobre o estado em que o mundo está. Todos nós lidamos com o trauma de formas diferentes. Eu, claro, não achei piada. Isso aconteceu há muitos meses e a sua intenção nunca teve malícia, mas foi [um comentário] infeliz", respondeu.

Reprodução

Tragédia não é uma palavra de todo desconhecida para humorista Pete Davidson, que perdeu o pai, um bombeiro chamado Scott Davidson, no atentado às Torres Gémeas em setembro de 2001. Aliás, o tema costuma fazer parte dos seus números de stand-up.

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!