activa

Perfil

Celebridades

Demi Lovato e Wilmer Valderrama: a história de amor nas palavras da cantora

Apesar de estarem separados, Demi e Wilmer continuam bastante próximos. Aliás, e o ator é das poucas pessoas que a tem a autorização de Dianna De La Garza, a mãe da cantora, para visitá-la no hospital enquanto esta recupera de uma overdose. Recorde o romance pala boca da própria estrela pop no documentário 'Simply Complicated'.

Activa.pt

"Nunca amei ninguém como eu amei o Wilmer. E como eu ainda o amo." É assim que Demi Lovato começa por falar da sua relação com Wilmer Valderrama no documentário Simply Complicated, lançado em outubro de 2017.

De acordo com a cantora, os dois conheceram-se no dia 11 de janeiro de 2010, nas gravações de um anúncio de serviço público a propósito do 23.º Censo dos Estados Unidos, um censo demográfico realizado a cada dez anos naquele país.

"Para ser sincera, só o fiz porque soube que ia ser gravado na casa dele e eu achava-o muito giro. Nem sequer me importava com o censo," confessou. Quando o vi pela primeira vez, e pensei 'Amo este homem e tenho de tê-lo'. Mas só tinha 17 anos e ele não queria nada comigo," partilhou sobre o galã, que na altura tinha 29 anos.

Depois de Lovato fazer 18 anos, os dois começaram a namorar.

"Acho que foi amor à primeira vista. E nem sequer acredito nisso, mas acredito que aconteceu," afirmou. "Tínhamos uma ligação a um nível que nunca tinha tido com ninguém. Ele era o simplesmente o meu apoio; o meu tudo."

Axelle/Bauer-Griffin

O relacionamento durou cerca de seis anos, com muitos altos e baixos pelo meio, e chegou oficialmente ao fim em junho de 2016, altura em que os dois divulgaram um comunicado conjunto. No documentário, Demi sublinha que a rotura não aconteceu por falta de amor.

"Decidimos juntos que provavelmente estaríamos melhor como amigos. Tenho momentos em que estou solitária e pergunto-me se tomei a decisão certa, porque o amor é um jogo. Não sei se vou perdê-lo para o resto da vida," diz a artista a determinado momento. "Acho que o meu coração sempre esteve com o Wilmer. Esteve, está e estará com o Wilmer porque não se passa seis anos com uma pessoa sem lhe dar um pedaço do nosso coração e vice-versa," continuou. " Tenho a certeza que nunca vou conhecer alguém que se compare a ele, mas estou a tentar manter o meu coração e mente abertos nesse aspeto."

No final do segmento, Lovato explica que "as faíscas nunca esvaneceram", mas reconhece que ainda tem alguns "problemas por resolver" e que não conseguirá fazê-lo "se depender de alguém para se encarregar da solidão. "Simplesmente não estava preparada e havia tanto na minha vida que ainda não tinha explorado."

Agora que Demi Lovato se encontra internada no hospital Cedars-Sinai em Los Angeles, a recuperar de uma overdose, a cumplicidade entre os dois fica novamente em evidência. Wilmer é das poucas pessoas que tem a autorização de Dianna De La Garza, a mãe da cantora, para visitá-la.

O ator esteve na unidade hospitalar nesta quarta-feira, 25 de julhoo, um dia após o incidente, e, de acordo com o TMZ, ficou durante mais de duas horas. No dia seguinte, voltou e ficou cerca de cinco horas ao lado da ex-namorada. O site de entretenimento descreve o seu semblante como "transtornadíssimo".

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!