activa

Perfil

Celebridades

Meghan e Harry fazem referência subtil à tradição na primeira aparição com o filho

Os duques de Sussex seguiram os passos de Isabel II, Diana e Kate, cumprindo uma tradição com 70 anos.

Activa.pt

Os duques de Sussex fizeram uma referência subtil à tradição na sua primeira aparição pública com o filho, que em tudo se diferencia da norma.

O pequeno Archie estava coberto por duas peças G.H. Hurt & Son, nomeadamente uma manta em lã de merino (P.V.P. 122€) e um gorro (P.V.P. 76€), no photocall que decorreu na tarde de 8 de maio, no Castelo de Windsor. A iniciativa de Harry e Meghan dá continuação a uma tradição com 70 anos, em que os recém-papás da realeza britânica, incluindo a rainha e o duque de Edimburgo, Carlos e Diana e os duques de Cambridge, recorrem às criações da marca para apresentar os filhos ao mundo.

Diana e Carlos em 192 Kate e William em 2015; Meghan e Harry em 2019

Diana e Carlos em 192 Kate e William em 2015; Meghan e Harry em 2019

Getty Images

Isabel II foi o primeiro membro da realeza a recorrer à marca quando apresentou o filho Carlos ao mundo, em 1948.

"Todos os funcionários da G. H Hurt & Son ficaram deliciados ao verem o casal real surgir hoje no Castelo de Windsor, para apresentar o filho recém-nascido, que estava coberto por uma das nossas mantas tradicionais feitas à mão," disse Richard Taylor, diretor da empresa, à plataforma FabulousDigital. "Sentimo-nos muito orgulhosos e honrados por Harry e Meghan terem escolhido a nossa manta e, ao fazê-lo, darem continuidade a uma tradição real com 70 anos."