activa

Perfil

Celebridades

Janet Jackson comenta documentário que acusa Michael Jackson de abusos sexuais a menores

10 anos após a morte do artista.

Activa.pt

Michael e Janet Jackson (1993)

Michael e Janet Jackson (1993)

Kevin Mazur

Em janeiro de 2019, foi divulgado, a nível mundial, o documentário da HBO, Leaving Neverland, que retrata a vida de Michael Jackson, nomeadamente os alegados casos de abusos sexuais de menores por parte do artista. O público considerou a obra mais perturbadora do que o esperado.

Agora, na altura em que se assinalam os 10 anos da morte do cantor, a sua irmã, Janet Jackson, decidiu, finalmente, comentar o filme. Em entrevista ao The Sunday Times, afirmou: "O legado dele irá continuar. Adoro quando vejo crianças a imitá-lo, quando adultos ainda ouvem a sua música. Permite ver o impacto que a minha família teve no mundo. Espero não estar a soar arrogante de alguma forma. Apenas estou a constatar aquilo que é. Tudo é obra de Deus e estou simplesmente grata por isso".

Recorde-se que Michael Jackson faleceu em 2009, aos 50 anos de idade, após uma overdose de medicamentos. O seu médico da altura, Conrad Murray, foi condenado a dois anos de prisão pelo homicídio do artista.

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!