Inglês em ponto pequeno

Ensinar inglês a um aluno de 14 anos, qualquer professor sabe. Mas ensinar esta língua a crianças muito pequenas implica algumas mudanças de método

Catarina Fonseca/Activa
17/03/2009 22:31
Inglês em ponto pequeno

Imaginem uma criança de quatro anos. Está sentada na pontinha da cadeira. Ri-se, fala com a amiga do lado, dá pontapés ao da frente, depois distrai-se com a formiga no chão, ou é um avião que vai a passar, ou começa a fazer desenhos na folha, isto para não dizer que se aguenta sentada três minutos. Agora tentem ensinar-lhe uma língua nova…

Isabel Flores, professora de Inglês, percebeu esta lacuna: até agora, ensinava-se uma língua nova maioritariamente a adolescentes. Com a mudança de estratégia escolar, começou a ensinar-se cada vez mais cedo. Problema: ensinar crianças de três anos não era a mesma coisa que ensinar um pré-adolescente. "Os professores não tinham nem experiência nem formação nem material para crianças pequenas. Só ouvia gente a dizer-me: 'Isto é tudo muito bonito, mas não sabemos como ensiná-los. Não lhes vamos dar gramática...' Crianças de quatro anos concentram-se pouco, e se não percebem, concentram-se ainda menos…"

Isabel decidiu então criar o seu próprio material de ensino, baseado numa forma diferente de aprender uma língua estrangeira, aproveitando material recolhido ao longo dos anos de experiência, a que deu um lado lúdico. Assim nasceu o site www.key4english. com, que fornece material de aprendizagem tanto a pais como a professores de crianças mais pequenas.



"A grande diferença é que podemos descarregar só o que queremos, não é um manual de curso, dá para seleccionar o que se quer, dependendo dos grupos e das crianças", explica a sua criadora. "É mais flexível e muito mais barato."

Aprendendo a ouvir

No método de Isabel, a imagem é sempre o ponto de partida, e não há traduções. "A maior parte dos meus alunos não sabe escrever, portanto, aprendem sobretudo pela oralidade. Temos jogos, ideias para aulas de arte, histórias e documentos de som. É assim que se aprende uma língua: quando nascemos não sabemos escrever… A ideia é introduzir vocabulário como se fosse a língua materna." Ainda por cima, falamos muito melhor quando não sabemos como é que se escreve. "Reparei que, quando os miúdos aprendem com base na leitura, a memorização é muito menor."

Os resultados práticos têm sido os melhores: "As crianças adoram, cada aula é uma festa. Faço aulas abertas com os pais e muitos me dizem que eles próprios se fartam de aprender coisas com os filhos. As crianças corrigem-nos imenso, especialmente a pronúncia."

Imagem

Junte-se à festa

www.key4english.com fornece materiais de aprendizagem a pais e professores de crianças entre os três e os 12 anos. Para se tornar sócia, basta pagar uma anuidade de 40 euros para poder fazer os downloads que quiser: cartões, jogos, exercícios, histórias, artes, gramática, e também há material físico que pode ser enviado. Na Bertrand e no El Corte Inglés pode comprar alguns livros e kits de aprendizagem, e em breve estará disponível um CD de download.

Artigos Relacionados

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

As Nossas Escolhas

cada vez mais, ACTIVA!

Assinaturas

A sua revista com ofertas e descontos até 55%

Mobile

No seu telemóvel ou tablet, todos os dias

Facebook

Twitter