activa

s

Perfil

Estilo de Vida

Universo paralelo

Síntese de estágios de vida e de estados d'alma, a casa de Lígia Casanova é também reflexo das suas várias facetas enquanto designer de interiores.

Na cozinha, móveis Ikea e tampos em ardósia: exaustor Frasa; estante com prateleiras forradas a papel de jornal

Na cozinha, móveis Ikea e tampos em ardósia: exaustor Frasa; estante com prateleiras forradas a papel de jornal

Frederic Ducout

Frederic Ducout

Frederic Ducout

Frederic Ducout

Frederic Ducout

Frederic Ducout

Frederic Ducout

Frederic Ducout

Frederic Ducout

Frederic Ducout

Frederic Ducout

A estante em zinco, desenho do ateliê Lígia Casanova, acompanha o pé-direito da casa. Cadeirão étnico em madeira; banqueta forrada com manta sul-americana

A estante em zinco, desenho do ateliê Lígia Casanova, acompanha o pé-direito da casa. Cadeirão étnico em madeira; banqueta forrada com manta sul-americana

Frederic Ducout

Mesa de refeições Arper; cadeiras Vitra; candeeiro Ingo Maurer; quadro Eva Armisén

Mesa de refeições Arper; cadeiras Vitra; candeeiro Ingo Maurer; quadro Eva Armisén

Detalhe do patamar intermédio das escadas

Detalhe do patamar intermédio das escadas

Frederic Ducout

Frederic Ducout

Frederic Ducout

Numa das paredes da sala de jantar, aparador da B&B; cadeirão e otomana Knoll; telas Eva Armisén, entre outros artistas

Numa das paredes da sala de jantar, aparador da B&B; cadeirão e otomana Knoll; telas Eva Armisén, entre outros artistas

Frederic Ducout

Perspetiva da sala, com a porta do lavabo social no corredor

Perspetiva da sala, com a porta do lavabo social no corredor

Frederic Ducout

Lavabo social: lavatório feito a partir de um chafariz antigo. Na parede, pintura decorativa, executada por Isabel Calheiros, inspirada no acabamento do lavatório

Lavabo social: lavatório feito a partir de um chafariz antigo. Na parede, pintura decorativa, executada por Isabel Calheiros, inspirada no acabamento do lavatório

Frederic Ducout

No quarto da filha, parede forrada a papel Graham Green; cama Designers Guild e candeeiro Tsé Tsé

No quarto da filha, parede forrada a papel Graham Green; cama Designers Guild e candeeiro Tsé Tsé

Frederic Ducout

Outro dos quartos infantis da casa

Outro dos quartos infantis da casa

Frederic Ducout

Quarto principal: lustre adquirido numa feira em Paris sobre cama da Designers Guild. A ladear a cama, mobiliário em zebrano

Quarto principal: lustre adquirido numa feira em Paris sobre cama da Designers Guild. A ladear a cama, mobiliário em zebrano

Frederic Ducout

Detalhe do interior das gavetas desenhadas propositadamente para acolher bijutaria

Detalhe do interior das gavetas desenhadas propositadamente para acolher bijutaria

Frederic Ducout

Perspetiva da suíte para o quarto. Lavatório da Nic sobre bancada em Zebrano

Perspetiva da suíte para o quarto. Lavatório da Nic sobre bancada em Zebrano

Frederic Ducout

Frederic Ducout

Cama em madeira de tola; estante Lieux; aplique de parede Ingo Maurer

Cama em madeira de tola; estante Lieux; aplique de parede Ingo Maurer

Frederic Ducout

Quarto do filho

Quarto do filho

Frederic Ducout

Frederic Ducout

Casa de banho das filhas: parede de duche pintada a poselano; lavatórios e base de duche da Keramag; torneiras Sanindusa; tela de João Vaz de Carvalho

Casa de banho das filhas: parede de duche pintada a poselano; lavatórios e base de duche da Keramag; torneiras Sanindusa; tela de João Vaz de Carvalho

Frederic Ducout

Lígia Casanova residena mesma casa, num edifício pré-pombalino de um bairro antigo de Lisboa, háquase 12 anos. Depois de uma primeira fase, com a decoração assente na cor,deu-se uma transição, que passou pela introdução de tons neutros e pelavalorização das madeiras existentes na casa, criando ambientes próximos de umaestética rústica.  Na terceira e maisrecente metamorfose, houve uma autêntica subversão de estilo, agora maiscontemporâneo, assente numa base cromática branca. Lígia Casanova chama-lhe“minimal vivido”. 

“Costumo dizer que sou a minha pior cliente. Por estar habituada a ver tantascoisas diferentes, por vezes torna-se difícil optar, mas fiz o que faço emqualquer projeto: quando começo a perceber que não está a fluir, paro e esperopor um momento de inspiração”, refere a designer, quando questionada acerca daspossíveis dificuldades para decidir a decoração da sua própria habitação.

Originalmente, esta era uma casa de quinta, com rés-do-chão, primeiro andar eáguas furtadas. Nos primeiros nove anos foi sendo adaptada ao crescimento dostrês filhos de Lígia, daí a profusão de cor. “Cinco anos mais tardemodifiquei-a novamente, tornando-a mais neutra, dando primazia à madeira”,recorda, enquanto sintetiza os principais estádios de transformação pelos quaisa sua casa já passou. O último deu-se há cerca de dois anos. Já com aparticipação dos filhos adolescentes, resolveu mudar tudo novamente. Chão eparedes foram pintados de branco; uma das paredes de cada divisão, à exceçãodos quartos dos filhos e respetivas casas de banho, ou recebeu uma cor neutraou foi revestida a papel de parede. No quarto do piso superior, de dimensõesgenerosas, retirou-se espaço à zona de dormir para criar uma casa de banho,aproveitando a prumada da casa de banho do piso inferior.

Cozinha e duas das três casas de banho existentes também foramintervencionadas. Resultado: 180m² (quatro quartos, sala de estar, sala dejantar, escritório, cozinha e quatro casas de banho) num estilo “tranquilo,harmonioso, confortável, acolhedor, luminoso e feliz”. A casa desenvolve-se aolongo de dois pisos. No térreo, a entrada conduz diretamente para a sala deestar (onde se situa a escada de acesso ao piso superior), contígua à sala dejantar, e que dá acesso à cozinha. Da sala de estar acede-se ainda a umcorredor, que por sua vez conduz a três quartos, duas casas de banho e a umlavabo social. O piso superior desenvolve-se num mezanino, que alberga umescritório e uma suíte.

De uma forma geral, todo o espaço é preenchido com objetos muito pessoais(livros, telas, coleção de cerâmicas, peças decorativas em papier mâché,recordações de viagem...) e texturas sensoriais (feltro, viscose de seda,linhos). Perpassa uma atmosfera envolvente e delicada, mesmo com trêsadolescentes e um cão em casa. Alfredo, o Chow Chow de dez anos, ésuficientemente educado para não riscar o pavimento (afagado, pintado de brancocom três demãos e rematado com três camadas de verniz cera para soalho) com assuas patinhas atrevidas. “Gosto imenso dos objetos que me rodeiam. Algunsacompanham-me ao longo dos anos e são detalhes que adoro. Há um material de quegosto imenso para usar como revestimento: o vinil. Com ele, posso forrarparedes, frigoríficos e até móveis. Comecei por usá-lo na Casa Decor, em 2005,e tenho-o utilizado bastante desde então. O feltro é outro dos meus materiaispreferidos”, confidencia. Assim, fica explicada a razão pela qual, na sua casa,até os suportes das bicicletas estão forrados a vinil!

A profusão delivros e telas levantou algumas questões de espaço. “Sou um bocadinhoacumuladora e a família é toda viciada em livros [risos]. Por isso mesmo, tivede criar estantes onde fosse possível arrumar todos eles, seja na sala deestar, no escritório, nos quartos e até casas de banho. Com os quadros é igual.Distribuem-se por todas as divisões, inclusive nas casas de banho.”  Ainda no que diz respeito à arrumação, todosos quartos têm closets ou roupeiros. Para as bijutarias e acessórios, Lígiadesenhou uma cómoda com gavetas onde tudo está devidamente guardado. Aliás,arrumar tudo em gavetas é um dos seus hábitos, que aplica da cozinha à sala dejantar. A exceção, claro está, são os livros. Na cozinha dedica-lhes um‘altar’. Trata-se de uma estante na qual os prumos laterais estão pintados àcor da parede de fundo, pelo que as prateleiras, forradas a papel de jornal,parecem suspensas.

Para a sua casa edemais projetos de interiores, Lígia colhe inspiração em viagens, filmes,livros e até na praia, o seu “carregador de baterias”. A Escandinávia e Chinasão as principais fontes de influência, a primeira, pela essência, cor e forma;a segunda, pela cultura e religião.

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!