activa

Perfil

Estilo de Vida

24 Apps para usar em 24 horas

Confirma-se! Há mesmo aplicações para tudo. Foi esta a conclusão a que chegámos depois de um dia inteiro a deixar-nos guiar pela tecnologia. Está no comboio e quer saber o nome do senhor do lado, que tem os olhos mais bonitos que já viu? Descubra aqui.

Rosália Costa

*artigo publicado originalmente em abril de 2016

Antes de começar a ler este texto, olhe para o seu telemóvel. Tem a memória quase cheia de aplicações que já nem se lembra bem o que fazem ou limita-se àquelas mais essenciais, como o Facebook e o Gmail? Então está na hora de atualizar as suas apps! Os smartphones estão literalmente cada vez mais inteligentes, e há aplicações para tudo: encontrar a alma gémea, comparar preços, ficar em forma... E há pessoas que as usam quase 24 horas por dia. Haja bateria que aguente! Fiz o teste e durante um dia deixei que fossem as aplicações a ditar o meu destino.

ALVORADA!

De manhã, toca o despertador. Ou pelo menos era isso que antes acontecia. Agora somos acordados pelo telemóvel e por uma app que veio acabar com o mau humor matinal. O Cuckuu foi desenvolvido por portugueses e funciona como uma rede social à base de alarmes. O que faço com isto? Posso, como hoje de manhã, ser acordada com um alarme personalizado, um vídeo enviado pelo meu namorado. Posso também partilhar um alarme com as minhas amigas, marcar a hora do nosso lanche e avisá-las quando estou atrasada.
Antes ainda de sair da cama e abrir a janela descubro como vai estar o tempo com a app Tempo em Portugal, que consegue fazer previsões até 10 dias e dizer-me se estará nublado de manhã, se o sol espreitará à tarde, a probabilidade de aguaceiros, a temperatura e a velocidade do vento.
O próximo passo é pensar no que vou vestir. Se me faltar inspiração, a salvação pode ser o Pinterest ou a Gleam, duas apps recheadas de ideias para criar o look perfeito. Levanto-me e abro a app do Fitness Hut, o meu ginásio, para ver os horários das aulas. Já não vou a tempo de reservar a aula que queria, mas não há desculpas para não fazer o treino matinal. Entro na app 7 Minute Workout. Em apenas 7 minutos faço 12 exercícios de 30 segundos cada, com intervalos de 10 segundos. O melhor é que não preciso de material específico, apenas uma cadeira e uma parede.Esta app funciona como o meu personal trainer, explica-me exatamente o que tenho de fazer através de vídeo. Na versão básica (e grátis ) da aplicação, o treino é standard, para o corpo inteiro, mas se fizer o upgrade posso escolher fazer apenas alongamentos, trabalhar só a parte inferior do corpo ou escolher um treino para queimar gordura. E mais: posso ainda escolher que tipo de treinador quero, um verdadeiro sargento ou do género mais inspirador.

OS MEUS NOVOS COLEGAS

No meu trabalho as apps tornaram-se ajudas preciosas. Posso escrever na aplicação do Word, enviar ficheiros através do Dropbox ou tirar um dúvida no dicionário Priberam, que reúne 16 dicionários completos e 12 dicionários de tradução de e para português, espanhol, francês e inglês. Quando preciso de enviar um documento e não tenho o scanner por perto, basta usar o Cam Scanner. Esta app digitaliza e transforma tudo em ficheiros PDF. O processo é muito simples, só tenho que apontar a câmara ao que quero digitalizar, tirar a foto, definir os limites da página e esperar que a app faça o resto. O melhor é que o resultado final é praticamente igual ao de um scanner, ninguém vai notar a diferença.
Quando estou com algum tempo, faço uma pausa e aproveito para aprender mais sobre uma língua estrangeira. Tandem, uma aplicação que funciona como uma rede social e que permite aos seus membros aprender línguas uns com os outros. Do outro lado do mundo, a minha amiga virtual tem-me ensinado bastante sobre japonês, que tento pôr em prática sempre que vou ao meu restaurante de sushi favorito.

COMPARAÇÃO POSSÍVEL

E é precisamente ao japonês que vou almoçar. Mas antes de escolher o restaurante, abro a app da Zomato, que me tem permitido fazer novas experiências gastronómicas sem depender exclusivamente da sorte. Mostra e organiza todos os restaurantes da cidade e dá-me acesso a toda a informação que preciso para tomar a minha decisão: menu, fotografias, localização, custo médio por pessoa e, claro, os comentários de outras pessoas que já lá foram. A caminho do restaurante e com pouco combustível abro o Gasol. Esta aplicação diz-me qual é a estação de serviço mais indicada para mim, nem sempre com base na proximidade. Esta app tem uma função que identifica a melhor solução, tendo em conta o meu tipo de gasóleo, a quantidade que quero abastecer e a distância a que estou do posto.
“O que eu queria agora era estar no Brasil, estou a pensar ir lá nas férias”, digo durante a hora de almoço a um amigo. A primeira reação dele foi pegar no telemóvel e abrir o Sky Scanner. Normalmente, reservo os meus voos através do eDreams, uma agência que me mostra as várias opções de
voo. Mas o Sky Scanner é mais do que isso, é um motor de busca que inclui mediadores, agências e companhias áreas. Não funciona como um portal de compra, mas depois desta pesquisa consigo de imediato perceber qual é o site onde posso comprar a viagem mais barata.
Para além das aplicações de todas as companhias aéreas, como a TAP, onde podemos pesquisar voos e fazer o check in online, chamou-me a atenção a aplicação Triposo. Esta app reúne informações como se fosse um guia da cidade que vamos visitar e tem ainda um sistema de GPS para nos orientar durante os passeios. A grande vantagem é que tudo isto funciona off-line, ou seja, não precisamos de estar a gastar dados.
O Airbnb é outra aplicação essencial para quem quer viajar e conseguir alojamento (quartos, apartamentos, moradias) a um preço razoável. Outra das vantagens é que permite o contacto direto com o proprietário, que nos pode tirar todas as dúvidas e dar conselhos sobre a cidade, para que a nossa experiência seja a mais aproximada possível à de um habitante local.

TUDO CONTROLADO

De regresso ao trabalho, sinto uma moinha na barriga. Serão já as cólicas pré-menstruais? O Period Tracker tira-me as dúvidas de imediato. É nesta aplicação que tenho toda a informação sobre os meus ciclos menstruais organizada, o que me permite saber também qual é o meu período fértil. Vou precisar de qualquer coisa para as dores, basta entrar na app Farmácias Portuguesas, comprar e pedir para entregar em casa ou reservar na farmácia mais próxima. Aqui posso também criar alertas para os meus medicamentos, registar os meus dados de saúde e localizar as farmácias de serviço.
Sou interrompida por um colega. “Não consegui sair a tempo para ir buscar o meu filho às aulas de inglês, acabei por chamar um Uber.” Por coincidência, cinco minutos depois recebo a chamada de uma das minhas amigas indignada com a sugestão de um rapaz. “Acreditas que ele me convidou para jantar e disse que mandava o Uber vir buscar-me?” Pois é, o Uber está na moda! Esta aplicação, a oitava mais descarregada na Apple Store o ano passado, permite definir um trajeto, fazer uma estimativa de custo, acompanhar o percurso do carro, ter os dados do motorista e fazer o pagamento através de um cartão de crédito assim que é feito o registo. Não há necessidade de andar com dinheiro, nem preocupações com trocos ou eventuais gorjetas. No final ainda é possível classificar o motorista e receber no email um registo completo da viagem: data, percurso, custo e duração. É fácil, prática, mas ainda assim não é a melhor alternativa para quem quer impressionar num primeiro encontro.

ESTE POST IRÁ AUTODESTRUIR-SE EM...

Estava já a jantar com duas amigas quando reparei que uma delas não largava o telemóvel. Estava a fazer ‘snaps’, ou, traduzindo, a enviar mensagens através do Snapchat. O que faz de diferente esta rede social? Desafia a noção de que tudo o que é publicado na internet é para sempre.
É possível partilhar fotografias e vídeos (feitos na própria app) que ficam disponíveis durante 24 horas no nosso histórico ou enviar um ‘snap’ diretamente a alguém, definindo até quando pode ser vista a fotografia, de 1 a 10 segundos. Depois deste tempo a fotografia apaga-se. Mas o que torna esta app realmente divertida é que permite fazer montagens, com desenhos, legendas ou emojis nas fotografias. Pelo seu carácter efémero, esta rede começou a ser usada por adolescentes, mas rapidamente se transformou num fenómeno global. O mundo da moda rendeu-se, com marcas como Burberry, Louis Vuitton e Michael Kors a usarem-na para mostrar o backstage das sessões fotográficas, desfiles em direto e as primeiras filas. Supermodelos como Gigi Hadid, Cara Delevingne e a portuguesa Sara Sampaio mostram o seu dia a dia entre desfiles, festas e viagens por todo o mundo. E claro, bloggers e ‘it girls ‘como Chiara Ferragni, Kristina Bazan e Alexa Chung utilizam esta app para ficarem mais perto dos seus seguidores.

UM NOVA FORMA DE FLIRT

“Já viste o rapaz naquela mesa? Chama-se João.” Franzi a sobrancelha, como é que a minha amiga sabia o nome dele em tão pouco tempo? Explicou-me que estava a usar o Happn. Esta aplicação permite-nos continuar a ver os amores à primeira vista. Quantas vezes não passamos por alguém interessante na rua, no shopping, ou até num café e perdemos a oportunidade de a conhecer? O Happn usa a localização em tempo real para avisar sempre que nos cruzamos com alguém que também tem um perfil criado. Podemos saber exatamente a hora e local em que duas pessoas passaram uma pela outra. Ainda é possível personalizar o perfil de acordo com as nossas preferências, de acordo com o sexo e a idade. Depois é só é selecionar quem nos interessa com um like e, caso sejamos correspondidas, é automaticamente aberta a janela do chat para iniciar a conversa. O sistema acaba por ser muito parecido com o do Tinder. Esta app cruza perfis com interesses comuns e usa os dados de geolocalizaçao para fazer sugestões de perfis. Depois é só iniciar a aventura: ao deslizar o dedo para o lado esquerdo estamos a descartar, para o lado direito fazemos um like. Assim como no Happn, a conversa só se inicia se ambos tiverem feito um like. A diferença é que o Happn apenas nos mostra as pessoas com quem nos cruzámos na vida real.
Final da noite e é a minha vez de usar uma aplicação para resolver um mistério. Uma das minhas amigas tinha uma chamada não atendida no telemóvel e estava curiosa para saber quem tinha ligado. O Sync.Me pesquisa números de telefone, fornecendo-nos o nome e, nalguns casos, dando automaticamente a informação do perfil de Facebook. Para além disso, ainda sincroniza a lista dos nossos contactos com os nossos amigos de Facebook. Assim, sempre que alguém me liga aparece no meu ecrã a foto de perfil do Facebook do meu contacto e ainda me avisa do seu aniversário.

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!