activa

Perfil

Estilo de Vida

O namorado desta jovem sugeriu-lhe que perdesse peso e ela fê-lo... ao largá-lo

"Perdi uns robustos 81,6 kg".

Activa.pt

D.R.

O que faria se o seu namorado a repreendesse por ter ganho peso? Shelby Johnson, 23, deu por si nesta situação e a sua história tornou-se viral.

A jovem, que diz ter ganho cerca de 2 kg em cinco meses de namoro, partilhou uma troca de mensagens com o então namorado, que não foi identificado, em que este lhe diz que já não tem o mesmo aspeto físico da época em que se conheceram.

"O principal problema é que a tua barriga pode ficar mais saída que a minha e isso é simplesmente estranho", lê-se nas mensagens. "Tens, definitivamente, uma barriga de cerveja, babe".

1 / 2

D.R.

2 / 2

D.R.

As palavras foram particularmente duras para Shelby, que lutou contra o próprio corpo durante anos. Quando andava no liceu, foi internada porque não conseguia ganhar peso e chegou a pesar cerca de 36 kg, para espanto dos médicos. Aos 20 anos, conseguiu finalmente engordar e deixar as inseguranças para trás, mas aquele momento representou um retrocesso.

"Os comentários dele fizeram-me sentir complexada. Comecei a tentar fazer exercício vinte e quatro horas por dia, sete dias por semana. Alguns amigos notaram e expressaram a sua preocupação com o meu desejo repentino de ser tão fit", contou à 'PEOPLE'.

Com medo de estar a exagerar, a fotógrafa e estudante universitária postou a interação no Twitter para pedir uma segunda opinião. Acabou por receber 39,500 'gostos' e 5,700 comentários de pessoas a encorajá-la a pôr um ponto final na relação. E assim foi. Johnson, que já tinha tomado a decisão de acabar o namoro por vários motivos, decidiu que mais valia estar só que mal acompanhada e brincou na rede social com o facto de a separação significar que ia perder "uns robustos 81,6 kg".

"Os comentários [no Twitter] só me fizeram perceber que eu não era doida por estar magoada", acrescentou na conversa com a 'PEOPLE'. "Eu amava-o mesmo. Ele, no fundo, é uma boa pessoa - ainda tem muito que crescer. Espero que isto o motive. Ele disse que motivou".

Depois de passar pela experiência, a jovem encoraja todos a aceitarem-se como são.

"Não deixem que ninguém vos diga o que é saudável ou não, a não ser o vosso médico, porque é assim que os distúrbios alimentares acontecem", aconselhou. "Tenham cuidado, reparem nos alertas e não tenham medo de se defenderem e de deixarem algo que já não vos faz felizes".

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!