activa

Perfil

Estilo de Vida

Os melhores países para as mulheres viverem

Descubra qual é a classificação de Portugal na lista.

Activa.pt

A Dinamarca destronou a Suécia como o melhor país do mundo para as mulheres viverem. Isto de acordo com o ranking de 2018 do US News & World Report.

A publicação fez inquéritos a mais de nove mil mulheres no âmbito de um ranking mais abrangente denominado 2018 Best Countries List, para determinar que países (num universo de 80 nações) têm, de facto, as melhores condições para habitantes do sexo feminino. As pontuações, de zero a 10, foram atribuídas com base em cinco critérios: direitos humanos, igualdade entre géneros, igualdade de rendimentos, progresso e segurança.

Os primeiros lugares da tabela são ocupados por países escandinavos. Depois da Dinamarca, que teve "pontuações altas nos direitos humanos e igualdade entre géneros", além de ter "uma das políticas de licença parental mais flexíveis da Europa", seguem-se a Suécia e a Noruega, respetivamente na segunda e terceira posição. Portugal aparece no vigésimo lugar.

"Esta nação da Europa Ocidental tem tido dificuldades financeiras, e a igualdade salarial entre géneros continua baixa (1.3). Contudo, é relativamente seguro (7.3), tendo uma pontuação acima da média nos direitos humanos (6.2)," lê-se no relatório.

RossHelen

OS 20 MELHORES PAÍSES PARA AS MULHERES VIVEREM

1. Dinamarca
2. Suécia
3. Noruega
4. Holanda
5. Finalândia
6. Canadá
7. Suíça
8. Austrália
9. Nova Zelândia
10. Alemanha
11. Luxemburgo
12. Áustria
13. Reino Unido
14. França
15. Irlanda
16. Estados Unidos da América
17. Japão
18. Espanha
19. Itália
20. Portugal