activa

Perfil

Estilo de Vida

Estas são as "modas saudáveis" que precisamos de abandonar em 2019

A indústria do fitness e da alimentação saudável tem registado uma enorme adesão por parte do público e, ao mesmo tempo, aumentam as modas saudáveis (que nem sempre o são). Comece já a libertar-se de alguns mitos!

Activa.pt

udra

Se é fã do mundo da alimentação saudável e do exercício físico, com certeza segue algumas personalidades nas redes sociais e está atenta às novidades da indústria. Contudo, parece que menos é, como quase sempre, mais. A quantidade de informação à qual temos acesso hoje em dia nem sempre é a mais correta e o mais provável é que já tenha seguido (ou que ainda siga) alguma 'moda' que, no fundo, não tem praticamente efeitos. Para que o seu 2019 comece da melhor forma, liberte-se de alguns dos seguintes mitos.

Vladislav Nosick

Esta bebida 'milagrosa' está na moda e várias bloggers fazem questão de a promover. Ainda assim, se realmente gostar do sabor, não se iniba de a degustar. Pelo contrário, se for um sacrifício, deixe este hábito de lado. "Não há ingredientes mágicos nestes chás, e qualquer caso de sucesso pode ser atribuído ao aumento da ingestão de água por beber tanto chá", afirma o personal trainer certificado Jeffrey Davis.

Lecic

Sim, é saudável. O problema reside na dimensão que os supostos efeitos desta bebida atingiram. Várias celebridades aderiram à moda e o autor do Movimento Global do Sumo de Aipo, Anthony William, chegou mesmo a dizer que a bebida nos poderia salvar a vida. A questão é que não existe evidência científica que suporte tais afirmações, muito menos que é capaz de ajudar na cura de condições crónicas, como a ansiedade, depressão, enxaquecas ou problemas digestivos.

tjasam

Muito se tem falado acerca do poder curativo dos cristais, pela energia e vibrações que emitem. Contudo, esta terapia não tem qualquer fundamento científico, garante Jenni Bourque, nutricionista holística registada e fundadora da Naughty Nutrition, e apenas serve para nos retirar algumas notas da carteira.

ratmaner

Todos sabemos (ou devíamos) que com o sol e os raios UV não se brinca. Cada vez mais, a proteção solar é recomendada e, por muito que odeie espalhar o protetor solar na pele, tomar comprimidos não a protegerá de um escaldão. A Food and Drug Administration chegou mesmo a afirmar que as empresas que os vendem estão a promover uma falsa sensação de segurança aos utilizadores, que pode vir a ter consequências graves, como o aumento do risco de cancro de pele.

trumzz

A moda de usar pasta de dentes negra, devido ao carvão ativado, é apensa isso: uma moda. De acordo com a Men's Health, este é um componente utilizado em casos de emergência médica, quando alguém apresenta elevados níveis de toxinas no corpo, impedindo que sejam absorvidas pelo organismo e cheguem à corrente sanguínea. Ora, embora se afirme que possa branquear os dentes ou, em caso de usado como máscara, limpar a pele, este é um componente que deve ser usado com precaução, até porque pode ter efeitos negativos, ao impedir que certos nutrientes sejam absorvidos pelo corpo, ou que alguns medicamentos (como aqueles destinados à regulação da pressão sanguínea) tenham o devido efeito.