activa

Perfil

Estilo de Vida

Estes hábitos nas redes sociais podem levar à depressão

Mas é possível evitá-los.

Activa.pt

stockcam

Cada vez mais, o uso das redes sociais tem sido associado a uma distração da vida real que, por sua vez, tem impacto no estado da nossa saúde mentar. Um recente estudo publicado no Journal of Applied Biobehavorial olhou para certas atividades nestas plataformas, e o modo como podem estar associadas à depressão.

Sintomas prolongados de tristeza, desespero, raiva ou irritabilidade são algumas das manifestações desta condição, e foram encontrados em utilizadores das redes sociais com uma maior tendência para se comparar a outros que achavam superiores a eles mesmos.

Além disto, as pessoas que se mostraram incomodadas quando identificadas numa fotografia em que se consideravam pouco atraentes, bem como aquelas que mais publicavam fotografias em que surgiam sem amigos ou outros em redor, também se incluíram no grupo de indivíduos com sintomas depressivos.

As pessoas com menos seguidores, com menos publicações - por receio do julgamento de outros -, e as que utilizam as redes sociais, sobretudo, para partilhar gif's ou memes, revelaram ser as que maior tendência depressiva tinham.