activa

Perfil

Estilo de Vida

BabyLoop: Carolina Patrocínio revela segredos por trás do seu novo projeto

Mãe de três meninas, a apresentadora da SIC estreou-se como empresária com o lançamento de uma plataforma que promete democratizar o mercado da puericultura, e contou-nos tudo sobre este negócio.

Cláudia Turpin

Chama-se BabyLoop e é um projeto inovador que marca a primeira experiência de Carolina Patrocínio como empreendedora.

A estrela da SIC, que teve três filhas no espaço de quatro anos, identificou um problema que acredita ser partilhado por muitos pais: faz-se um grande investimento em artigos de puericultura durante a preparação para a chegada de um novo membro à família, que, muitas vezes, não tem qualquer retorno.

A solução?

"Uma plataforma, com site e aplicação, que facilita a vida das famílias no sentido em que lhes dá a oportunidade de vender o material de bebé que já não usam - e de reaver assim o investimento -, bem como a conveniência para várias pessoas de comprar o material em segunda mão e em ótimo estado, de uma forma muito mais democrática," explica-nos.

D.R./João Portugal

Para dar vida a esta ideia, Carolina desafiou os criadores da Book in Loop, plataforma de reutilização de livros escolares, a embarcarem consigo nesta aventura, sendo que o grupo tive um papel essencial na construção do plano financeiro e na parte logística.

"Apercebi-me rapidamente que não conseguiria fazê-lo sozinha, portanto tive de procurar ajuda e tenho num grupo de miúdos - como lhes chamo, porque são muito jovens - os meus maiores aliados e parceiros neste negócio. Eles são todos rapazes, vêm de Coimbra e já tinham sido muito bem-sucedidos a criar uma start-up com este método de economia circular," afirma a apresentadora.

Os números não enganam

Um kit básico puericultura para os primeiros meses custa, em média, entre 920 e 2,130 euros, "um valor muito elevado tendo em conta que 30% da população portuguesa recebe salário mínimo e que o salário médio no país é de 887 euros”, refere em comunicado Ricardo Morgado, director executivo do novo projecto. Com a BabyLoop, os pais "poderão poupar até 80% do valor", se comprarem um equipamento na plataforma e, depois, voltarem a vendê-lo.

"Por exemplo, num carrinho de gama média que custe 400 euros, as famílias conseguirão poupar cerca de 320 euros," explica.

A intenção será praticar preços com cerca de 50% de desconto relativo ao valor inicial da peça e, por vezes, até mais do que isso.

Carolina Patrocínio com os criadores do projeto Book in Loop

Carolina Patrocínio com os criadores do projeto Book in Loop

Divulgação

Outra grande aliada da BabyLoop é cadeia de hipermercados Continente, que entra no projeto como ponto de entrega de equipamentos para quem tiver material de venda, sendo que, além da recolha ao domicílio, há a opção de deixá-lo nas mais de 80 lojas associadas em Portugal.

Uma vez recebidos no ponto de recolha, os produtos são tratados como "super estrelas", brinca a apresentadora. Quer isto dizer que o seu estado é revisto por especialistas, que também estão encarregues de limpá-los, higienizá-los e pô-los como novos. Os artigos até têm direito a uma sessão fotográfica, para depois serem expostos na loja online.

Saiba mais sobre o novo projeto de Carolina Patrocínio, nas palavras da própria, no vídeo.