activa

Perfil

Estilo de Vida

'Síndrome do pato': você provavelmente tem, e não está sozinha

Descubra o que é.

Activa.pt

PeopleImages

Manter as aparências não é uma tarefa fácil.

Por fora, tentamos projetar a imagem de uma mulher com uma vida pessoal estável e bem-sucedida no campo profissional. Mas por dentro a conversa é outra. O esforço que fazemos para aparentar estar bem e obter validação pode causar ansiedade, angústia e, por vezes, pura exaustão. Se se sente assim, não está sozinha e há uma explicação: a 'síndrome do pato'.

Não percebe a ligação ao animal? Ora vejamos: estas aves parecem 'deslizar' calmamente na água. No entanto, abaixo da superfície, chapinham freneticamente para se manterem à tona e acompanharem o bando.

Nós, os humanos, ao vermos toda a gente, supostamente, a 'deslizar' na vida, prosperando socialmente e profissionalmente, sentimo-nos pior em relação às nossas dificuldades. Aliás, existem estudos que mostram que subestimamos sistematicamente quão felizes as outras pessoas são, mesmo aquelas que conhecemos bem. Isso acontece porque apenas as vemos em ambientes sociais ou em mundos cuidadosamente trabalhados nas redes sociais.

Quer isto dizer que as vidas emocionais privadas dos outros são inobserváveis para nós e, ao contrário do que possamos pensar, não temos uma noção verdadeira da sua realidade. Por conseguinte, a nossa perceção é baseada numa ilusão com consequências bem reais.

Fazer suposições sobre a felicidade dos outros encoraja-nos a esconder as nossas experiências emocionais negativas, o que gera sentimentos de solidão, infelicidade e, no geral, de menos satisfação com a vida. Portanto, se estiver neste estado de espírito, lembre-se: a galinha - ou, neste caso, o pato - do vizinho nem sempre é mais gorda.