activa

Perfil

Estilo de Vida

Tripulação TAP reeleita a mais bonita do mundo

A prestigiada revista britânica Monocle reforça a distinção do ano passado, realçando também o profissionalismo dos tripulantes.

Activa.pt

A TAP volta a destacar-se no ranking anual Travel Top 50 da revista Monocle deste ano. De acordo com a publicação britânica, os tripulantes da companhia são os mais bonitos do mundo. Além da beleza e da boa apresentação, a publicação destaca também o profissionalismo dos tripulantes.

“Com uma idade média de 38 anos, eles não são os mais novos a cruzar os céus, mas a experiência que têm é possivelmente a razão que nos leva a elogiar o serviço profissional e amistoso e a receção calorosa com que nos recebem a bordo”, pode ler-se na publicação.

O prémio atribuído pela prestigiada revista britânica vem reforçar a satisfação do cliente, que a TAP mede através do índice NPS. De 2017 para 2019, este praticamente triplicou. Entre as categorias avaliadas está o desempenho dos tripulantes, que trabalham diariamente para proporcionar uma experiência única e satisfazer as necessidades do cliente da melhor form, garantindo a segurança e a pontualidade.

A TAP é também uma das maiores empregadoras nacionais. Desde a implementação do plano estratégico, em 2015, TAP já contratou 2170 novos colaboradores, sendo que mais de 1400 são tripulantes.

Neste ranking, que reúne as melhores experiências de viagem a nível global, constam também os produtos Claus Porto, da empresa Ach. Brito, tantas vezes presentes a bordo dos aviões da TAP e em ações especiais da Companhia, tais como voos inaugurais, voos retro e no primeiro aniversário da Ponte Aérea Porto-Lisboa, entre outros. Esta distinção mostra a importância da estratégia da TAP em divulgar o que de melhor se produz em território nacional, assumindo-se como uma das principais embaixadoras de Portugal.

De destacar ainda a menção feita ao trabalho desenvolvido pela TAP no seu hub em Lisboa que, de acordo com a Monocle, ganha o prémio de hub com a melhor localização do mundo para voos de longo curso. A publicação realça ainda a proximidade entre o aeroporto e o centro da cidade de Lisboa, bem como as ligações históricas e culturais de Portugal ao Brasil e ao continente africano.