activa

Perfil

Estilo de Vida

Eis o que aconteceu a esta mulher, após ter tomado decisão pouco comum na jornada de perda de peso

Depois de perder mais de 50 quilos, houve uma mudança inesperada.

Activa.pt

Meghan Lenss decidiu partilhar a sua história com a revista Women's Health. Nos tempos de escola, diz ter sido sempre bastante consciente do seu corpo e do quão diferente era do das outras raparigas da sua idade. A solução? "Restringir a alimentação de uma forma muito pouco saudável", diz. Na universidade, começou a comer e a beber mais e os números da balança começaram a aumentar.

A jovem conta que, certa vez, a subir uma montanha com os amigos, teve de fingir atender uma chamada para conseguir fazer uma pausa sem que os outros percebessem que tal se devia ao extremo cansaço. "No meu peso máximo, estive pouco acima dos 136 quilos", conta.

Após a universidade, Meghan tentou tudo para perder peso: batidos, restringir a quantidade de comida, fazer exercício físico, mas acabava sempre por desistir. Até que, no final de 2016, a sua resolução de Ano Novo foi mais forte que qualquer desculpa. Isso, a par com o facto de o médico ter aconselhado o seu namorado a perder peso, graças a um estado pré-diabético. E, assim, começaram os dois uma jornada mais saudável.

Meghan deixou, praticamente, de comer fast food, a maioria das refeições passou a ser em casa e quando lhe apetecia algo menos saudável, procurava as versões com menos calorias. Além disso, comprou uma elítica para fazer exercício em casa, pela vergonha de ir a um ginásio. Em 2018, atingiu o seu peso ideal mas, diz, a forma como o conseguiu não a deixava orgulhosa.

"Eu sentia que estava a fazer demasiado cardio e a não comer o suficiente. A certa altura, lembro-me de estar na cozinha, de çágrimas nos olhos, porque estava com fome, mas se jantasse ia ultrapassar o número de calorias do dia. Disse ao meu namorado que esta ansiedade em relação à comida e calorias me assustava porque não queria voltar ao que era antes, a saltar refeições", lembra.

E foi aí que tomou uma decisão importante: "Decidi parar de contar calorias. Não estava a ter um impacto positivo na minha jornada de perda de peso. A cultura da perda de peso está seriamente demente. Tantas pessoas, incluindo eu, foram levadas a pensar que temos de ingerir muito poucas calorias e fazer muito cardio todos os dias. Eu fazia cardio mais de uma hora por dia!".

E o que aconteceu depois? A paragem na contagem de calorias fez com que Meghan ganhasse algum peso - cerca de 10 quilos - mas que, por outro lado, se tornasse bastante mais feliz e que mantivesse uma mentalidade e hábitos saudáveis. "Tem sido um verdadeiro processo para encontrar o equilíbrio e ainda estou a trabalhar nisso", revela.

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!