activa

Perfil

Filhos

Veja o que aconteceu após pedirem a esta mãe para amamentar as gémeas num lugar privado

Um exemplo a seguir.

Activa.pt

Uma habitante de Ohio tem chamado atenção para a normalização da amamentação em público. Após um pequeno incidente, Jennifer Mancuso dedicou-se a explicar como o ultrapassou e a aconselhar todas as mães pelo mundo fora, através da sua própria experiência.

Em agosto, a blogger, mãe das gémeas Aria e Asher, publicou uma imagem sua a amamentar uma delas, relembrando, na legenda, um momento pouco feliz por que passou. A diretora da creche em que se encontrava a dar de mamar às filhas, pediu para que mudasse de local, para uma sala mais privada.

"'Hey Jenn, vou precisar que vás amamentar lá para trás. A sala de pausa dos empregaos (que não é maior que um armário) é onde o podes fazer daqui para a frente'", escreveu, lembrando as palavras da responsável.

Mais à frente, Jennifer explicou a justificação que lhe foi dada, a propósito daquele pedido.

"Ela disse que a patroa (a distinta gestora que, no dia anterior, me tinha visto a amamentar na sala das meninas, longe de quase toda a gente) lhe disse que não posso amamentar nenhum dos meus bebés em qualquer espaço público, que tem de ser num privado", lembrou.

Após a mãe afirmar que não considerava aquela atitude legal, foi-lhe dito que o ato poderia ferir a suscetibilidade de crianças mais velhas que se encontrassem no espaço, bem como afetar as crenças religiosas de outros pais.

"Acho que o incidente aconteceu porque eles tinham lá, no momento, a diretora regional e uma auditoria", afirmou Jennifer, em conversa com a revista People. Em outubro, um outro post desta mãe revelava que tinha tido uma conversa com a diretora.

"O tom dela foi de um pedido de desculpas. Explicou-me que lamentava os comentários que tinha feito, bem como a forma como aquela confusão me tinha feito sentir", revelou.

Após a conversa, os gestores do local decidiram criar uma norma específica que tornasse claro que qualquer mãe poderia amamentar os respetivos bebés em qualquez zona, mesmo que pública. Apesar de tudo, Jennifer decidiu manter-se fiel à creche, numa atitude que vale mais que mil palavras.

"Acredito que esta foi uma oportunidade de aprendizagem, tanto para eles, como para mim. São fantásticos para as minhas crianças, que se integraram muito bem lá, e é um lugar fantástico", revelou à People.

Mancuso finalizou, afirmando que, após o incidente, tinha ouvido uma outra mãe perguntar onde poderia amamentar o filho, tendo-lhe sido dito que o poderia fazer em qualquer lugar. Parece que, desta experiência negativa, resultou algo muito mais grandioso e benéfico para pais e funcionários.