activa

Perfil

Moda

A designer que criou o fato de banho vermelho icónico de Farrah Fawcett não é fã da peça

Descubra porquê.

Cláudia Turpin

Farrah Fawcett
1 / 4

Farrah Fawcett

A boneca Barbie, da Mattel, inspirada em Farrah Fawcett
2 / 4

A boneca Barbie, da Mattel, inspirada em Farrah Fawcett

D.R.

O fato de banho e o poster de Farrah Fawcett em exposição no Instituto Smithsonian
3 / 4

O fato de banho e o poster de Farrah Fawcett em exposição no Instituto Smithsonian

KAREN BLEIER

Norma Kamali
4 / 4

Norma Kamali

Theo Wargo

O fato de banho vermelho usado pela falecida atriz Farrah Fawcett num poster em 1976 ficou na história como um dos mais icónicos de sempre. Aliás, a própria imagem tornou-se símbolo de uma época, tendo sido imortalizada com uma edição especial da boneca Barbie.

Quanto à peça, foi doada à prestigiada Instituição Smithsonian em Washington, D.C., onde se encontra em exposição. O curioso é que a mulher que a criou, a designer Norma Kamali, revelou recentemente que não era grande fã do modelo.

"Perguntei à Farrah por que motivo usou o fato de banho vermelho para o famoso poster", escreveu na legenda de um vídeo publicado no Instagram. "Era um estilo de que não gostava particularmente e mal podia acreditar que o tinha escolhido para a produção", explicou. "Ironicamente o fato de banho agora faz parte de uma exposição permanente no Instituto Smithsonian".

A magia aconteceu quando Fawcett estava a ser fotografada por Bruce McBroom na praia e, por acaso, tinha a peça na mala. O resto é história.

Em entrevista à 'PeopleStyle', Kamali explicou que não estava feliz com a forma como o fato de banho, que fazia parte de um conjunto de modelos experimentais, assentava. Contudo, sente-se grata pela exposição que o momento lhe trouxe.

"Tudo o que posso dizer é que a beleza dela e o seu sorriso lindo faziam qualquer coisa parecer bem. Fui uma sortuda e sinto-me honrada por fazer parte do seu legado", acrescentou a criadora no Instagram.

Farrah Fawcett, modelo, atriz um dos maiores símbolos sexuais da década de 70, faleceu em 2009, vítima de um cancro, aos 62 anos.

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!