activa

Perfil

Moda

The Weeknd vira costas a conhecida multinacional sueca de moda

Em causa está uma campanha publicitária considerada racista.

Cláudia Turpin

D.R.

The Weeknd pôs um ponto final na sua parceria com a H&M devido a uma campanha, no mínimo, insensível.

A multinacional sueca de moda deu por si no centro de uma grande polémica após divulgar a imagem de um modelo infantil negro, que usa uma sweatshirt na qual se lê: "O Macaco Mais Fixe da Selva".

"Acordei esta manhã chocado e envergonhado com esta foto", tweetou a estrela canadiana. "Estou profundamente ofendido e não trabalharei mais com a H&M".

O cantor já colaborou com a H&M em duas ocasiões, e a sua coleção mais recente foi lançada em setembro de 2017. Ainda não se sabe quando os produtos serão retirados das lojas.

Entretanto, a H&M já pediu desculpa publicamente pela maneira como decidiu promover a peça.

"Percebemos que muitas pessoas estão perturbadas com a imagem. Nós, que trabalhamos na H&M, só podemos concordar.
Pedimos imensa desculpa pelo facto de a fotografia ter sido registada e também nos arrependemos da sua impressão. Por conseguinte, não só removemos a imagem dos nossos canais, mas também a peça da nossa oferta de produtos a nível global.
É óbvio que as nossas políticas não foram seguidas corretamente. Sem qualquer dúvida. Vamos investigar minuciosamente por que motivo isto aconteceu para evitar que este tipo de erro se repita".

Instagram

A imagem polémica foi retirada do site, tal como a peça de roupa. Contudo, o mal já estava feito. Foram várias as celebridades que se manifestaram online, especialmente estrelas ligadas ao Hip Hop, ao Rap e ao R&B, sendo que muitas delas apelaram ao boicote da marca.

Instagram

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!