Cuidado, muito cuidado... com o decote errado (ou 4 dicas para bem decotar)

Quando se trata de escolher a silhueta perfeita, o decote correcto faz a a diferença entre o bom e o óptimo. Uma abertura mal calculada no vestido ou blusa pode resultar em  desconforto, atrair o tipo errado de atenção ou parecer mais gorda/malfeita/sem graça do que se é na realidade.

Imperatriz Sissi
19/08/2014 12:13

Para evitar decotar-se mal, há quatro truques simples: 

1- Antes de mais nada, impõe-se a regra velhinha como os montes: quanto mais tardia a hora, mais aberto pode ser o decote (dentro do necessário bom senso, é escusado dizer). 

Decotes mais amplos e/ou profundos são apropriados para depois do pôr do sol. Depois, é preciso testar se ao baixar-se ou inclinar-se não mostra mais do que deve. 
Tendo estas duas normas sempre em mente, estão resolvidas as dúvidas que possam causar faux pas de decência ou de gosto.
 Um vestido/blusa demasiado revelador (a), pode ser usado sem problemas pedindo  à costureira que acerte uns centímetros na abertura ou, se o modelo o permitir, fechando-se com uma pregadeira bonita. Certas peças versáteis podem ser usadas tanto de noite como de dia apertando-se o decote com um alfinete apropriado.
 
2- Qualquer decote pede sensatez. Primeiro, independentemente do modelo que cai melhor a cada uma (já lá vamos) é preciso considerar tanto a beleza do busto como a idade e estado de quem o usa. Se o peito não está na melhor forma, optem-se por modelos discretos. De resto, a qualquer mulher, mais nova ou menos, casada ou solteira, mais elegante ou mais gordinha convém mais inspirar-se em Marilyn Monroe ou Dita von Teese do que em Pamela Anderson.

Há muitos decotes que favorecem sem mostrar aquilo que a estética e os bons costumes aconselham a manter escondido... e sem ajudar a lei da gravidade, que é a inimiga natural do busto. Muitos formatos, principalmente se usados com o soutien errado, empurram para baixo em vez de suster!
 
Segundo, ter sempre em conta a lingerie adequada e os truques (como fita adesiva própria) que se podem empregar para manter alças ou cai cais no sítio. 
 
E terceiro, há que lembrar que o decote não é só à frente: como a maioria das marcas de prêt-a-porter usa tamanhos standard, alguns vestidos podem apertar demasiado as costas, dando a ilusão de umas "banhinhas" a espreitar para fora do vestido - mesmo numa pessoa magra. Não há nada mais feio nem que arruíne tanto uma bonita toilette, mas isso resolve-se pedindo à modista que "cave" um ou dois centímetros na zona abaixo dos braços.
 
3 - Dito isto, e considerando a grande variedade de feitios que existem, é preciso ver que muitas mulheres - e algumas que até têm bom gosto- não reparam na importância de escolher o decote correcto para o seu tipo de corpo
 

CLIQUE PARA LER O RESTO DO ARTIGO

 

 

Artigos Relacionados

Comentários

ATENÇÃO: ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.

As Nossas Escolhas

cada vez mais, ACTIVA!

Assinaturas

A sua revista com ofertas e descontos até 55%

Mobile

No seu telemóvel ou tablet, todos os dias

Facebook

Twitter