activa

s

Perfil

Saúde e Beleza

Toda a verdade sobre dietas que fizeram fama... e que não resultam!

Todas ouvimos falar de uma amiga, cunhada ou prima que fez a dieta da lua, do Dr.Atkins ou do tipo sanguíneo e emagreceu dez quilos num ápice. Mas com graves riscos para a saúde.

Activa.pt

Dieta do ananás

Como o nome indica, consiste em comer ananás e mais ananás. Se conseguir resistir às aftas e à azia, já que esta é uma fruta bastante ácida, pode até perder alguns quilos nos primeiros dias. Mas pode ter a certeza que volta a recuperá-los todos. A dieta de Beverly Hills é semelhante a esta, com a diferença que se come também melancia e papaia. A ideia é de que os enzimas destas frutas queimam a gordura.

Porque não funciona: É irrealista acreditar que alguém pode passar muito tempo a comer uma única coisa. Algumas pessoas que fazem esta dieta perdem muito peso porque libertam muita água pela urina, Provoca carências de vitaminas A, D, E e K e pode provocar desnutrição por falta de proteínas. Para além disso a saúde do seu estômago e boca vai com certeza ressentir-se.

Todas estas frutas implicadas (ananás, melancia, manga), consumidas isoladamente, provocam uma subida rápida e repetida dos níveis de glicose sanguínea, o que sabemos que vai provocar um aumento do stress oxidativo - responsável pelo aparecimento do envelhecimento precoce e de doenças degenerativas.

Dieta da sopa

Consiste em comer todos os dias e a todas as horas sops de legumes sem batata.

Porque não funciona: É muito aborrecido e deprimente não comer mais nada para além de sopa. Ao fim de três dias já não conseguirá sequer olhar para o prato. Os legumes são ricos em vitaminas e minerais, mas estes micronutrientes não actuam de modo correcto quando se encontram isolados.

Dieta do tipo sanguíneo

Baseia-se no livro do americano Peter Adamo 'A Dieta do Tipo Sanguíneo'. O que pode comer está directamente relacionado com o seu tipo sanguíneo; A, O, AB ou B.

Frutos do mar e espinafres para indivíduos com sangue tipo O, legumes e verduras para o tipo A, carne para o tipo B, leite para o tipo AB.

Porque não funciona: Os endocrinologistas e nutricionistas consideram que nenhuma dieta se deve basear no tipo sanguíneo porque não há ligação científica entre o tipo de sangue e a redução de tecido adiposo. O que deve ser determinante são outras características, como o estilo de vida e os hábitos alimentares.

Dieta da Lua

No dia da mudança de Lua é preciso ficar 24 horas sem comer nada sólido. Só é permitido beber líquidos e comer sopa.

Porque não funciona: Ninguém consegue perder peso a beber líquidos apenas um dia de vez em quando. E atenção, porque se os líquidos em questão forem batidos de leite com frutas ou chocolate e a sopa tiver muita batata, farinha ou queijo, corre até o risco de engordar...

Dieta do Biótipo

Baseia-se na teoria de que todas as doenças podem ser tratadas através da alimentação. É um regime que mistura biotipologia e princípios da medicina oriental. Diz que cada pessoa é regida por um órgão vital: pulmões, rins, fígado ou coração. Para descobrir o tipo físico responde-se a um questionário sobre hábitos e comportamentos. Promete que o emagrecimento se dará sem flacidez.

Porque não funciona: A teoria dos órgãos vitais não tem nenhuma base científica e só o exercício físico continuado poderá evitar a flacidez. No entanto, tem a seu favor o facto de se basear em princípios alimentares saudáveis, aconselhando a ingestão de fibras e alimentos riscos em vitaminas e minerais e o evitar de excessos de gordura, sal e alimentos fermentados e industrializados.

Dieta do Dr. Atkins

Um cardiologista americano vendeu milhares de cópias de um livro 'Dr. Atkins New Diet Revolution', onde diz que para perder peso basta comer apenas proteína e gordura. Ou seja, pode comer-se muita quantidade de carne, ovos, queijo e manteiga, mas nada de hidratos de carbono, como arroz, massa, pão ou doces.

Porque não funciona: Imagine que pode comer toda a manteiga que quiser mas nada de pão... E que vai passar meses a comer só bacon e costoletas. Quando voltar a comer da maneira normal, engordará outra vez. Para além disso, o organismo irá começar a ressentir a falta de outros nutrientes e pode registar-se aumento do colesterol, mau hálito, prisão de ventre e problemas renais devido ao excesso de proteínas.

Dieta das combinações

O segredo está em dar preferência a certas combinações, evitando outras. Hidratos de carbono e proteínas nunca devem ser ingeridos juntos. Por exemplo ao almoço come só carne e ao jantar só arroz. A dieta também exige que as frutas sejam comidas sozinhas, de estômago vazio. Estão proibidos o açúcar, a farinha, as batatas, café e álcool.

Porque não funciona: Não existe uma combinação de alimentos que evite a formação de gordura nem está provado cientificamente de que comer certas combinações altere o funcionamento do metabolismo.

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!