activa

Perfil

Saúde e Beleza

'Bikini bridge': a nova (e perturbadora) moda corporal do verão

Depois do polémico 'thigh gap', chega o 'bikini bridge'. Descubra como surgiu este termo e porque faz parte de uma tendência preocupante.

Anuska Portela

Fonte: Facebook "Bikini Bridge"

Fonte: Facebook "Bikini Bridge"

Fonte: Instagram @elenamoret

Fonte: Instagram @elenamoret

Fonte: Instagram @mrtmrtats

Fonte: Instagram @mrtmrtats

‘Bikini bridge’, que em português significa 'ponte do biquíni', é o novo ‘hashtag’ que, por estes dias, corre a Internet e que se refere a uma tendência recente de emagrecimento e imagem corporal. Nas últimas semanas, fotografias com a legenda #BikiniBridge multiplicam-se nas diversas redes sociais.

Mas o que é isso da 'ponte de biquíni'? Trata-se da folga ou espaço que se forma entre o tecido das cuecas do biquíni e a púbis, quando esta parte do corpo feminino é tão magra que o tecido só toca nos ossos da cintura pélvica. É especialmente visível quando a mulher está deitada de costas. Um conceito que vem, mais uma vez, glorificar a magreza entre os jovens e adolescentes, em idades em que são mais influênciáveis. Se acrescentarmos a este facto o de pertencerem a uma geração mais dependente das redes sociais, e se considerarmos a capacidade de divulgação das imagens, o tema torna-se ainda mais preocupante. 

Este novo 'trend' corporal sucede ao polémico 'thigh gap', termo que identificava coxas magras que nunca se tocam, mesmo quando as pernas estão juntas, um efeito apenas visível em mulheres muito magras.

Todas estas modas loucas fazem parte de uma tendência inquietante: o 'thinspiration'. As adeptas deste tipo de motivação de emagrecimento publicam imagens de mulheres muito magras no Instagram, Tumblr ou Pinterest, que funcionam depois como exemplos a seguir. A crescente difusão deste fenómeno de estereótipos estéticos extremos não deve ser encarado de ânimo leve. Contudo, alguns sites já têm tomado medidas de prevenção e aconselhamento. Se, por exemplo, introduzir a palavra "thinspiration" no motor de busca do Pinterest o conteúdo referente é apresentando, mas na parte da superior da página surge também a seguinte mensagem: "Os transtornos alimentares não são escolhas de estilo de vida, são transtornos mentais que se não forem tratados podem causar sérios problemas de saúde ou podem até mesmo ser fatais", providenciando ainda o número de telefone de uma linha de apoio e o link para um site informativo.

O mais preocupante no caso do 'bikini bridge', deve-se às circunstâncias da sua origem. O termo teve a sua génese numa experiência que tomou proporções inesperadas. O ‘bikini bridge’ foi lançado no final de 2013 pelo 4Chan, um fórum popular na Internet que já tinha incentivado anteriormente as pessoas a mergulharem os seus 'iPhones' em água ou deitarem os seus 'XboxOne' no lixo! O objetivo do fórum é o de demonstrar como as pessoas e os meios de comunicação podem ser facilmente manipulados e influenciados. Apesar da revelação, em janeiro de 2014, de que a tendência da 'ponte de biquíni' se tratava afinal de uma fraude, a 'hashtag' "BikiniBridge" continua a viver e a proliferar nas várias redes sociais e, tendo em conta a atual estação de calor, tem-se tornado cada vez mais relevante entre as fanáticas da imagem corporal. 

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!