activa

Perfil

Saúde e Beleza

10 Alimentos para uma barriga lisa

Não, não somos gordas: estamos inchadas. O que comer? Fomos à procura de aliados. 

Catarina Fonseca

Piotr Marcinski

Achamos que somos só nós, mas não: barriga inchada é dos sintomas mais comuns: acontece quando os alimentos não são devidamente digeridos, o que leva à formação de gases, ou quando consumimos sódio em excesso, que causa retenção de líquidos. Por outro lado, há muitos alimentos que ajudam a ter uma barriga que pode mostrar em qualquer lado. O que deve ter na sua mesa: 

1. Água. Pode parecer contraproducente, mas beber bastante água é a chave para reduzir  a barriga inchada. Muitas vezes, o corpo retém água para impedir a desidratação, e beber mais líquidos ajuda a 'ativar' o sistema e reduzir a retenção.

2. Iogurte. Ajuda a digestão porque contém probióticos, bactérias 'boas' que ajudam o corpo a monitorizar o sistema digestivo e a 'quebrar' as moléculas dos alimentos para serem mais bem absorvidas. Escolha a variedade com bífidos.

3. Maçã. O potássio pode ajudar a combater os níveis de sódio, por isso inclua na dieta frutas com bastante potássio, como a maçã.  Ressalva: escolha a variante biológica. A maçã 'normal' pode conter substâncias a que algumas pessoas são altamente sensíveis.

4. Melão e melancia. A melancia é 92% água e o melão também ajuda o organismo a libertar-se do sódio em excesso. 

5. Arroz. É mais leve e mais bem digerido que as batatas ou a massa. Escolha a variante integral, que tem mais fibra.

6. Vegetais de folha verde. Vegetais como brócolos, couve-flor, couve, feijões ou lentilhas sabe-se há muito que causam gases. Mas vegetais como espinafres, alface ou agriões podem ser comidos à vontade e são também um dos segredos contra a celulite (enfim, também devemos comer os outros, que são ricos em fibra e vitaminas).

7. Citrinos. O kiwi é milagroso: além de ser uma bomba de vitamina C ainda luta contra o inchaço e a retenção de líquidos. Como há muita gente alérgica, opte pela laranja ou tangerina, ou mesmo por esse velhinho remédio das nossas avós: um copo de água com sumo de limão assim que acorda. 

8. Chá e café. São provavelmente os melhores diuréticos naturais, desde que não se seja reativo à cafeína... Mas cuidado com o que lhes junta: muitas pessoas são sensíveis aos adoçantes artificiais. 

9. Camarão. Aproveite pratos como as saladas de camarão, o arroz de marisco, os camarões cozidos... São ricos em proteína, baixos em calorias e evitam que se coma demais. Os ovos, frango e peixe têm o mesmo efeito.

10. Ananás. Tem uma enzima, chamada bromelaína, que ajuda a 'quebrar' as proteínas e promove uma digestão mais eficiente. Pode usar em saladas ou com gelatina.