activa

Perfil

Saúde e Beleza

Ficar em casa durante todo o dia é prejudicial para a sua saúde?

O tema já foi alvo de estudo por parte da várias instituições e publicações internacionais.

Erica Quaresma

Um dia inteiro em casa provavelmente não irá afetar muito a sua saúde, mas se a situação for recorrente o cenário muda.

Estar constantemente fechado em casa é como estar em hibernação, o que implica não apanhar luz natural, o que, de acordo com estudos científicos, é prejudicial para a saúde, diz a revista 'Time', citando um artigo da revista americana 'Health'.

Os especialistas afirmam que a luz solar melhora o estado de espírito e ajuda o corpo a produzir vitamina D, responsável por regular o sistema imunológico e regular os horários do próprio corpo, como o tempo de dormida, os níveis de energia, entre outros. Existem ainda, segundo a revista 'Health', várias pesquisas mostraram que o excesso de exposição à energia elétrica pode danificar essas rotinas interiores.

Além dos benefícios já mencionados, passar algum tempo fora de casa, em especial nas zonas verdes, pode aliviar os sintomas de uma eventual depressão. Um estudo da Universidade de Glasgow, em Scotland, Inglaterra, concluiu que as pessoas que faziam exercício ao ar livre em zonas rurais têm menor risco de vir a sofrer de demência mental do que as pessoas que se exercitam em locais fechados, como no ginásio ou em casa.

O editor da secção de Saúde da revista 'Health' e também professor assistente na Faculdade de Medicina de Nova Iorque, Roshini Rajapaksa, deixou um conselho aos leitores:

"Percebo que, em alguns dias, não lhe apeteça sair de casa, mas evite que isso se torne um hábito. Não se esqueça que sair, ainda que sejam apenas 20 minutos por dia, mencionado por alguns especialistas como ‘ecoterapia’, faz bem ao seu corpo e à sua mente".

    newsletter

    Receba GRÁTIS no seu email as notícias que selecionamos para si!